SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

quarta-feira, 16 de julho de 2014

O PRIMEIRO MUNDO TEM QUE SE AQUI

O SUL Porto Alegre, Quarta-feira, 16 de Julho de 2014.



Enfim, depois da Copa, entre outras coisas, temos um robô antibomba



Nada mais natural que a sociedade gaúcha exija, especialmente em seus grandes centro urbanos, uma estratégia de segurança pública igual ou, pelo menos, semelhante, a que foi apresentada, com sucesso, para a dona Fifa, em Porto Alegre, durante a parte ligeira que nos tocou da Copa. É vero que tal estratégia, na Capital, foi instalada para turista ver e sentir. Foram-se os turistas e os policiais que vieram do interior do Estado retornaram às suas bases. Férias e licenças são concedidas, aposentadorias seguiram seus tramites, além, é claro, dos consagrados desvios de funções. Mas a comunidade gaúcha, do interior e da Capital, quer ver e sentir a mesma segurança oferecida para os gringos. Afinal, para nós, o primeiro mundo tem de ser aqui. Ao invés disso, o governo, desfeitas as estruturas temporárias, acena para a população com a alquimia de campanha eleitoral. Sigam-me


Cobertor curto


Os encarregados de fazer eco das decisões do Piratini sobre a segurança nas ruas repetem que em 2015 ingressarão na Brigada 2 mil novos profissionais - homens e mulheres - mas não especificam, nem têm condições de especificar, em que espaço de tempo ocorrerão as nomeações. Dentro da mesma alquimia, é citado o deslocamento para a capital de contingentes de Passo Fundo e Santa Maria, em uma clara e repetitiva política do cobertor curto. Mais grave ainda é o fato que os batalhões de Operações Especiais daqueles municípios - Passo Fundo e Santa Maria - estão com seus efetivos defasados para atender apenas as suas áreas. Enfim, segundo estou lembrado, a Copa nos deixou um robô antibomba, o que não deixa de ser um avanço tecnológico e concreto.


Crime e castigo

Um homem foi morto durante assalto à residência ocorrido na noite de segunda-feira em São Leopoldo, no Vale do Sinos. Um dos moradores chegava em casa com um amigo, de carro, quando foram abordados por dois bandidos na rua Juiz de Fora. As vítimas foram rendidas e obrigadas a entrar na casa onde estavam a mãe e um irmão do morador. Todos foram obrigados a deitar no chão enquanto os criminosos pegavam os pertences na casa. O proprietário aproveitou um momento de distração da dupla e foi até o quarto, onde guardava uma pistola. Um dos criminosos foi até ele e trocaram tiros. Robson Camargo, 31 anos, foi atingido no rosto e no peito e morreu no local. Ele era foragido da justiça. A vítima, que reagiu, foi baleada no quadril, mas sem risco de morte. O outro bandido fugiu.


Incineração de drogas


O Denarc gaúcho realizará, hoje, a incineração de mais de três toneladas de drogas. O produto que será destruído está avaliado em torno de R$ 5 milhões, e faz parte de 70 processos judiciais, sendo um de 2007, outro de 2009 e o restante a partir de 2010. Trata-se da primeira incineração de 2014, sendo a maior realizada em uma única vez nos últimos anos
Postar um comentário