SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

terça-feira, 8 de julho de 2014

PROVISÓRIOS E EFETIVOS

O SUL Porto Alegre, Terça-feira, 08 de Julho de 2014.


WANDERLEY SOARES


Brigadianos temporários poderão vir a ter direitos iguais aos dos efetivos



No período de 26 de abril a 18 de maio deste ano, segundo publicação do DOE (Diário Oficial do Estado) alguns brigadianos passaram à disposição do Bepe/Senasp (Batalhão Especial de Pronto Emprego da Força Nacional, tropa da Secretaria Nacional de Segurança Pública). Dentre estes profissionais foi integrado o soldado temporário Diego Schuller Duarte, do 12 BPM. Daqui da minha torre parabenizo Diego, pois, segundo as minhas anotações, se trata do primeiro soldado temporário da Brigada a ser contemplado com tal etapa de aperfeiçoamento. Como os PMs temporários estão de passagem ligeira pela Brigada, certamente Diego, ao voltar para a vida civil levará para a iniciativa privada sua experiência no Bepe. Acredito que dentro da transversalidade escorregadia da política da segurança pública gaúcha os PMs temporários poderão vir a ter os mesmos direitos de os concursados para as tropas efetivas, portanto, não provisórias da Brigada Militar


Improvisações


Férias, licenças, aposentadorias, desvio de função tornam evidente o desaparecimento do policiamento nas ruas de Porto Alegre, pois a Copa agora não é mais nossa e não há turistas suficientes para serem agradados. Hoje, algumas improvisações deverão ser feitas no entorno dos telões.


Atentado


Uma quadrilha realizou um assalto milionário à fábrica da Samsung em Campinas/SP. Cerca de vinte homens armados com fuzis renderam 200 funcionários por três horas durante a madrugada de ontem. Eles encheram sete caminhões com notebooks, tablets e celulares avaliados em cerca de 80 milhões de reais e fugiram. Este fato é emblemático. A redução dos efetivos policiais que ocorre em todo o País é um atentado contra a sociedade.


Banco


Um caixa eletrônico do Banrisul foi arrombado com maçarico, durante a madrugada de ontem, em Bozano, região Noroeste do Estado. Como o banco não tem maior interesse na segurança das agências depois de encerrado o expediente, maçaricos e dinamites continuarão a serem usados.


Família (1)

Na manhã de domingo, em Caxias do Sul, policiais militares prenderam Paulo Rogério Machado, 42 anos, e o seu filho, um menor de 17 anos. A prisão ocorreu na rua Amádio Perini, bairro De Lazzer. Pai e filho preparavam pedras de crack para comercialização. Foram apreendidas 295 pedras, dois rádios comunicadores e a imitação de uma arma de fogo. Machado cumpria pena no regime semiaberto na Penitenciária Industrial de Caxias do Sul


Família (2)


Agentes do Denarc (Departamento Estadual de Narcotráfico), coordenados pelo delegado Sander Cajal, prenderam nas proximidades do Parque Farroupilha, próximo ao auditório Araújo Viana, um jovem de 27 anos com quem foram apreendidos vários tijolos de maconha, pesando cerca de 6,790 quilos, duas pedras de crack, uma balança digital, um veículo Fiat/Palio, e material para cortar e embalar drogas. O moço realizava o tráfico sempre em companhia de sua mulher e um filho na tentativa de não despertar suspeitas.
Postar um comentário