SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

segunda-feira, 7 de julho de 2014

TRIÂNGULO DAS CARGAS MILIONÁRIAS


G1 07/07/2014 10h08 -

Bando rende funcionários e vigias, e rouba R$ 80 milhões da Samsung. Assalto em Campinas ocorreu durante na madrugada desta segunda-feira. Segundo a polícia, aproximadamente 20 criminosos participaram da ação.

Do G1 Campinas e Região




A fábrica da Samsung em Campinas (SP) foi assaltada na madrugada desta segunda-feira (7), no Parque Imperador, às margens da Rodovia Dom Pedro I. Segundo a Polícia Civil, aproximadamente 20 criminosos renderam funcionários e vigias, e usaram sete caminhões próprios para levar cerca de 40 mil peças, entre tablets, celulares e notebooks. A carga é avaliada em R$ 80 milhões, de acordo com os policiais responsáveis pela investigação. Ninguém ficou ferido.

De acordo com a polícia, a quadrilha chegou à empresa por volta de 0h desta segunda-feira. Durante a ação, cerca de 200 funcionários do setor de distribuição da empresa ficaram sob poder do bando. O grupo deixou o local por volta das 3h.

Veículo da Polícia Militar entra na fábrica da
Samsung em Campinas (Foto: Reprodução EPTV)

Início da ação
Segundo a polícia, funcionários da empresa que estavam em uma van foram rendidos em uma estrada. Eles foram levados para um local, ainda desconhecido, e os criminosos usaram crachás de identificação dos trabalhadores. Uma das vítimas ficou sob poder do bando.

Ao entrar na Samsung, a quadrilha rendeu inicialmente os seguranças do setor de distribuição e, em seguida, os vigias da portaria. "Retiraram os armamentos deles e as munições e deixaram eles trabalhando normalmente, nos mesmos postos como se nada tivesse acontecido", disse o tenente da Polícia Militar Vitor Chaves.

Investigação

Para a Polícia Civil, os criminosos tinham muitas informações sobre os procedimentos da empresa. O caso foi encaminhado para a Delegacia de Investigações Gerais (DIG), e estiveram no local funcionários da Samsung, da empresa de segurança privada, além de representantes de uma seguradora. Imagens da multinacional, rodovias e da cidade são avaliadas em busca de pistas sobre suspeitos.

Por meio de nota, a Samsung disse que ninguém ficou ferido e que a empresa coopera "plenamente" com a investigação policial. "Faremos o nosso melhor para evitar qualquer recorrência.", diz o texto.

O TEMPO  07/07/14 - 13h56


DA REDAÇÃO


MEGAROUBO. Ladrões invadem fábrica da Samsung, fazem reféns e roubam equipamentos. No interior da companhia, os criminosos renderam 200 funcionários e roubaram em torno de 40 mil aparelhos, entre tablets, smartphones e notebooks

A fábrica da Samsung em Campinas (a 93 km de SP) foi assaltada na madrugada desta segunda-feira (7) por uma quadrilha especializada em roubo de cargas. Ladrões invadiram a unidade, fizeram funcionários reféns e roubaram equipamentos eletrônicos como celulares, notebooks e tablets.

Eles abordaram uma van que levava funcionários para a fábrica, que fica às margens da rodovia D. Pedro 1º (SP-065), e a utilizaram para entrar no complexo.

Os funcionários foram feitos reféns enquanto a quadrilha, de cerca de 20 pessoas, carregava os equipamentos em caminhões. A ação durou cerca de três horas e ninguém ficou ferido.
Segundo a EPTV, afiliada da Rede Globo em Campinas, foram feitos reféns 200 funcionários e os bandidos levaram os equipamentos em sete caminhões.

A Polícia Militar foi avisada e chegou ao local só depois do ocorrido. Ninguém foi preso e o caso está sendo investigado pela DIG (Delegacia de Investigações Gerais), da Polícia Civil de Campinas.

TRIÂNGULO DAS BERMUDAS

A região de Campinas é conhecida como o "Triângulo das Bermudas" de cargas milionárias devido aos diversos crimes na região.

Os assaltantes se aproveitam das diversas fábricas de produtos eletrônicos e de alto valor agregado da região, do aeroporto internacional de Viracopos e das diversas rodovias, como D. Pedro 1º (SP-065), Anhanguera (SP-330), Bandeirantes (SP-338) e Santos Dumont (SP-075), que facilitam a fuga dos criminosos.

Segundo dados da SSP (Secretaria de Segurança Pública) do Estado de São Paulo, o número de roubos de carga aumentou 45% na região de Campinas no ano passado, na comparação com 2012.

No início deste ano, a Justiça obrigou os Correios a fornecerem escolta armada a seus funcionários devido ao crescimento no número de assaltos e roubos de encomendas na cidade.
Postar um comentário