SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

ASSALTO A BANCO EM AMARAL FERRADOR

CORREIO DO POVO 31/07/2014 18:48

Presos três suspeitos de assalto a banco em Amaral Ferrador. Quadrilha, integrada por oito homens, levou cinco reféns após invadir agência do Banrisul




Presos três suspeitos de assalto a banco em Amaral Ferrador
Crédito: Divulgação / Brigada Militar


Subiu para três o número de integrantes presos de uma quadrilha que assaltou uma agência do Banrisul em Amaral Ferrador, na Metade Sul, na manhã desta quinta-feira. Outros cinco homens seguem foragidos e, de acordo com a polícia, estão cercados em uma área de vegetação fechada no interior do município.

Pelo menos três integrantes da quadrilha agiram armados com metralhadoras e o bando seguiu em fuga em dois carros diferentes. Miguelitos foram espalhados para dificultar uma perseguição policial, em direção a Encruzilhada do Sul. Os reféns foram libertados ainda no início da tarde.

De acordo com o delegado Vladimir Urach, os criminosos seguiram em direção à localidade de Coxilha, onde foram identificados no interior da casa de um dos envolvidos. Ao notarem a presença da polícia, houve troca de tiros e cinco deles conseguiram fugir pelo mato. Os outros três, que apenas falarão em juízo, foram presos em flagrante. Ainda não se sabe qual a quantia exata levada do banco. O delegado Urach ressaltou que a Polícia, que recebeu reforço dos efetivos de pelo menos cinco cidades, mantém o cerco na região.

Uma equipe da Delegacia de Repressão a Roubos, do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), de Porto Alegre, também foi enviada a Amaral Ferrador. O delegado Joel Wagner não descartou a possibilidade de que o ataque tenha sido cometido pela mesma quadrilha que agiu em Tapes na tarde dessa quarta-feira, quando o Banrisul foi alvo de uma quadrilha também com armamento pesado. Os assaltantes simularam uma outra ocorrência de roubo em um engenho visando desviar a atenção da BM antes da ação.


Fonte: Ananda Müller/Rádio Guaíba

Postar um comentário