SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

HOMICÍDIOS NA CAPITAL DO RS


ZERO HORA 11 de agosto de 2014 | N° 17887


EDUARDO TORRES


Jovem pode ter sido morto por engano na Vila Nova

O RAPAZ ESTAVA em uma parada de ônibus com a namorada quandofoi atingido por vários tiros disparados por dois homens em uma moto



A movimentação intensa na Estrada Cristiano Kraemer, bairro Vila Nova, zona sul da Capital, no final da tarde de sábado, não foi suficiente para inibir a ação de matadores. Diante de diversas testemunhas – entre elas a namorada –, o jovem Luís Henrique de Oliveira Ávila, 18 anos, foi morto com pelo menos 16 tiros no meio da rua. A suspeita da polícia é de que ele tenha sido morto por engano.

– O rapaz era trabalhador. Nem ele ou qualquer familiar próximo tinham envolvimento com a criminalidade – diz o delegado Rodrigo Pohlmann, da 4ª Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (4ª DHPP), que apura o caso.

Luís Henrique foi morto por volta das 17h, quando estava com a namorada em uma parada de ônibus. Conforme testemunhas, dois homens em uma moto teriam passado pelo casal e parado cerca de 10 metros adiante. Um deles desceu da moto, armado, e caminhou em direção ao jovem.

– Não temos detalhes do diálogos, mas a vítima teria argumentado, enfatizado que era trabalhador – conta o delegado.

O apelo não adiantou. O matador, usando capacete, disparou várias vezes. A namorada saiu correndo. A dupla fugiu e não há suspeitos.


Dupla é executada na Zona Sul

Moradores do bairro Serraria ficaram assustados na manhã de ontem. Por volta das 9h, os corpos de dois homens foram achados dentro de uma vala às margens da Estrada da Serraria. Tinham marcas de vários tiros e as mãos amarradas, característica de execuções.

Uma das vítimas foi identificada pela polícia como Guilherme Brasil Soares, 20 anos. O outro homem segue sem identificação.

– A cena do crime ainda é nebulosa. Cada um foi executado com pelo menos 10 tiros, a maior parte na cabeça – diz o delegado Rodrigo Pohlmann, ao considerar a hipótese de que os dois homens tenham sido carregados para o lugar onde seriam executados.

Moradores relataram terem ouvido disparos no começo da madrugada de ontem. A primeira linha de investigação da polícia relaciona o crime a possíveis disputas entre traficantes.

A polícia chegou a considerar que o duplo homicídio pudesse ter relação com um tiroteio ocorrido na madrugada de ontem, em uma festa de música eletrônica, em um sítio da Estrada das Quirinas, entre Lomba do Pinheiro e Lami. Mas a ligação foi praticamente descartada, depois de ouvidos os baleados, ainda hospitalizados. De acordo com eles, houve uma discussão dentro da festa, e um homem, ainda não identificado, teria atirado a esmo, acertando dois envolvidos na briga e um terceiro, que não teria relação com a confusão.
Postar um comentário