SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

MILAGRES TRANSVERSAIS

O SUL Porto Alegre, Domingo, 24 de Agosto de 2014.



WANDERLEY SOARES



Com efetivo defasado, estrategistas do policiamento não param de criar novas patrulhas



O governo do Estado apresentou, sexta-feira, a Rede de Atendimento para o Enfrentamento à Violência Doméstica e Familiar no município de Sapucaia do Sul, na Região Metropolitana de Porto Alegre. No evento, que ocorreu no auditório Vanessa Ceconet, o secretário da Segurança Pública, Airton Michels, falou sobre a Patrulha Maria da Penha que será instalada no município até o final de setembro. Aponto da minha torre que, mesmo com o efetivo defasado no policiamento ostensivo, que opera com a política do cobertor curto, novas patrulhas são criadas. São atos miraculosos que, acidentalmente, ocorrem nas vésperas das eleições. Eu que, ao meditar como um humilde marquês, nunca desacreditei das bruxas, acho isso tudo muito natural e transversal. Sem sair desta moldura, sigam-me


Língua


Trinta apenados foram transferidos do Instituto Penal para o Presídio Regional de Santa Maria por não terem sido encontrados no trabalho ou na residência. Eles correm o risco de passar dos regimes aberto e semiaberto para o fechado. Agentes da Susepe (Superintendência dos Serviços Penitenciários) encontraram maconha com dois dos apenados e, um outro, escondia um chip de celular na língua. Os 70 agentes da Susepe e das polícias Federal e Civil fiscalizaram 99 apenados dos regimes aberto e semiaberto em Santa Maria e 35 não foram encontrados


Decisões do Piratini


Deu no Diário Oficial do Estado: O sargento Ricardo Mauro Agra foi colocado à disposição da Casa Civil; o major Elton Antônio Bernardes sai da FGE-10 e assume a AS-6 na Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos; o arquiteto Paulo Henrique Cesarino Cardoso Soares, da Secretaria de Obras Públicas, foi colocado à disposição da Assembleia Legislativa; os majores Lucio Alex Ruzicki e José Vilmar Robaina da Jornada, os tenentes Leandro Augusto Ribeiro, Ronaldo Zarnott Hartwig e Antônio Gilberto Borges da Silva, e o sargento Jorge Protásio Mathias Rosa foram colocados à disposição da Casa Militar; os tenentes coronéis Ederson Carlos Franco da Silva e Adilomar Jacson Silva saem de uma CCE-12 e vão para uma FGE-12, o tenente José Omar Minozzo sai de uma FGE-9 e vai para uma CCE-12, tudo na Casa Militar; o especialista em saúde Rebel Zambrano Machado viaja de 2 a 7/9/14 para Granada/Espanha com 5,5 diárias de 250 euros/dia, passagens aéreas e taxa de inscrição; o tenente-coronel Cláudio Roberto da Cunha Machado foi colocado à disposição da Junta Comercial do RS; o perito químico-forense Daniel Scolmeister foi colocado à disposição da SSP.


Postar um comentário