SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

QUADRILHA DE TRÁFICANTES E EXECUTORES CHEFIADA DA PRISÃO

ZERO HORA. Atualizada em 06/08/2014 | 09h05

Operação contra tráfico e homicídios prende 33 na Região Metropolitana. São cumpridos mandados de prisão e de busca e apreensão em Alvorada, Cachoeirinha, Eldorado do Sul, Gravataí, Guaíba e Porto Alegre

por Débora Ely e Eduardo Rosa


Polícia cumpre 19 mandados de prisão e 48 mandados de busca e apreensãoFoto: Ronaldo Bernardi / Agência RBS


Pelo menos 33 pessoas foram presas em ação policial na manhã desta quarta-feira na Região Metropolitana. O objetivo da Operação Delta, comandada pela Polícia Civil, é a desarticulação de uma quadrilha responsável por tráfico de drogas e homicídios. São cumpridos 19 mandados de prisão e 48 mandados de busca e apreensão em Alvorada, Cachoeirinha, Eldorado do Sul, Gravataí, Guaíba e Porto Alegre.

Cerca de 300 policiais integram a ação, da qual participam também Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Brigada Militar (BM). A operação é comandada pelo delegado Alencar Carraro, da Delegacia da Polícia Civil de Eldorado do Sul — cidade onde se instalou a quadrilha porto-alegrense Bala na Cara.


Foto: Ronaldo Bernardi / Agência RBS



— A quadrilha surgiu no bairro Bom Jesus, em Porto Alegre, e, no início deste ano, tentou, à força, expulsar moradores e traficantes rivais do bairro Delta, em Eldorado do Sul — disse Carraro.

Segundo a Polícia Civil, o bando, comandado por Jeferson dos Santos Lopes, conhecido por Pequeno, seria responsável por pelo menos quatro homicídios. Entre eles, estaria a morte de um traficante rival de Eldorado do Sul, quando o grupo também baleou a mulher do homem e matou o filho do casal — um bebê de dois meses — com três tiros.

Preso na Penitenciária Estadual do Jacuí, da onde sairiam as ordens para execução de crimes, Pequeno já teria somado mais de 56 anos de condenações.

Postar um comentário