SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

TECNOLOGIA PARA MELHORAR SEGURANÇA PÚBLICA

R7 - THE SÃO PAULO TYMES. sagosto 08, 2014. 

Redação


Brasileiro pode usar tecnologia para melhorar segurança pública




Foto: Reprodução

Disponível para quem tem iPhone, Liga consegue mapear ocorrências como assaltos, roubos de carro, incêndios…


Preocupados com questões relativas à segurança pública, os empreendedores Josué Alencar e Efrem Filho disponibilizaram ao público um aplicativo chamado Liga, que funciona não apenas para reportar ocorrências de criminalidade, mas também como uma rede social em que é possível saber se amigos e familiares estão correndo algum tipo de risco. As funcionalidades foram aperfeiçoadas nos últimos meses e tiveram na Copa do Mundo a oportunidade perfeita para testá-las em grande escala. Deu certo e a continuidade dos trabalhos está confirmada. As ferramentas do Liga podem ser usadas por enquanto somente para quem tem iPhone e em breve para quem usa Android.

O Liga – A ideia surgiu assim que os fundadores do Liga concluíram que somente através da colaboração das pessoas é que se torna possível melhorar as condições de segurança pública nas cidades. “O cidadão tem muito a contribuir para a melhoria da sua sociedade e com total poder, pois, ele faz parte da sociedade e está envolvido diretamente com a mesma. No Liga há a possibilidade de reportar e anexar fotos da ocorrência apenas no momento em que o fato está ocorrendo. “Temos uma experiência de usuário diferente, cujo caráter colaborativo enriquecerá e tornará todas as informações relevantes”, explica Efrem. “Outro dado interessante é que muitas das ocorrências como assaltos não chegam ao conhecimento das autoridades. Entretanto, as vítimas desse tipo de crime costumam relatar suas experiências em redes sociais como desabafo e a informação acaba se perdendo com o tempo. “Dentro do Liga qualquer pessoa pode registrar e tornar público lugares onde foram praticados esses tipos de crimes, além de outras situações como presença de usuários de drogas, acidentes, emergências, bloqueios, manifestações, protestos e atos de vandalismo…”.

Avisos de amigos – O aspecto de rede social é evidenciado principalmente na função de “Queridos amigos”. Nela o aplicativo conecta os usuários com seus familiares ou amigos que, em comum acordo, podem acompanhar ao vivo suas localizações e comunicar se estão bem ou se precisam ser socorridos em razão de alguma emergência. “É o típico caso de parente ou amigo que mora do outro lado da cidade e você pede para ele ligar para saber se chegou bem em casa. Isso nos poupa aquela angústia se a ligação não foi recebida por esquecimento ou se aconteceu alguma coisa de grave no meio do caminho”, argumenta Josué. O Liga também pode ser usado por pais preocupados com a segurança de seus filhos adolescentes que estão fora de casa por algum motivo.

O Liga está disponível gratuitamente para telefones com iOS na AppStore.


http://www.thesptimes.com.br/sp/brasileiro-pode-usar-tecnologia-para-melhorar-seguranca-publica/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=brasileiro-pode-usar-tecnologia-para-melhorar-seguranca-publica
Postar um comentário