SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

ANTECEDENTES CRIMINAIS E ARMA INUSITADA


DIÁRIO GAÚCHO 01/09/2014 | 09h37

Trio é preso por assaltar taxista com vidro de perfume. Roubo foi praticado na noite de domingo, na zona sul de Porto Alegre



Foram recuperados celulares, aparelho de GPS e dinheiroFoto: Brigada Militar / Divulgação


Três pessoas foram presas em flagrante por roubo a um taxista na noite deste domingo, na zona sul de Porto Alegre. O fato curioso é que, para cometer o crime, foi usado um frasco de perfume.

A investida do trio teria começado no centro da Capital, onde se iniciou a corrida. O assalto, no entanto, só foi anunciado no bairro Lami. Para que o taxista pensasse que os assaltantes estavam armados, o vidro do perfume foi encostado no pescoço da vítima.

Por volta das 21h, uma equipe do 21º Batalhão de Polícia Militar (BPM) que fazia operação de rotina na Rua Luis Correa da Silva foi chamada. Um homem informava que havia sido roubado.

Após buscas na região, a Brigada Militar encontrou dois homens, de 20 e 27 anos, e uma mulher, de 24 anos, saindo de um matagal. Com o trio, foram recuperados um aparelho de GPS, dois celulares e R$ 233,75 em dinheiro. A vítima os reconheceu como autores do crime. Todos têm antecedentes policiais.

O grupo foi encaminhado à 2ª Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), onde foi autuado por roubo.

Postar um comentário