SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

domingo, 7 de setembro de 2014

DOIS PRESOS E UM MORTO SUSPEITOS DE MATAR PM EM ASSALTO

RADIO UIRAPURU, 07/09/2014 , por Jornalismo


Resposta imediata: dois presos e um morto após execução de Policial Militar em Passo Fundo
Outras duas pessoas ficaram feridas, uma delas com cinco tiros.



Créditos: Arquivo Rádio Uirapuru
Soldado Ricardo Rocha de Almeida

O soldado do 3º RPMon da Brigada Militar, Ricardo Rocha de Almeida, 36 anos, ferido com tiros na cabeça durante um assalto, morreu a caminho do hospital na manhã deste domingo (07), em Passo Fundo. Outras duas pessoas saíram feridas. A vítima à paisana estava num baile no salão da comunidade de Vila Rosso, interior do município, e foi ferido por assaltantes, que o teriam reconhecido como policial militar.

O assalto ocorreu por volta das 6h já no final do baile, onde poucas pessoas ainda estavam no salão.

Segundo a Brigada Militar, três homens entraram anunciando o assalto e já foram atirando contra o PM, que não teve tempo de reagir. O presidente da comunidade de Vila Rosso, Zigomar Luiz Rosso, 50 anos, foi ferido com cinco tiros e o promotor do evento, Silvano França, 44 anos, levou um tiro no pé direito.

Os assaltantes ainda agrediram frequentadores e integrantes da banda, que animava no baile. Os marginais roubaram o dinheiro do baile e pertences das vítimas, inclusive duas pistolas do PM, uma calibre 40 da Brigada Militar e fugiram em direção à Roselândia roubando um veículo Fiat Siena.

Os feridos foram socorridos e levados às pressas para o hospital São Vicente de Paulo, mas o PM Ricardo Rocha de Almeida já chegou sem vida. Zigomar Luiz Rosso permanece internado em estado de saúde regular e Silvano França não corre risco de vida.

Imediatamente a Brigada Militar, com efetivo do Pelotão de Operações Especias (POE), 3° Batalhão de Operações Especiais (BOE), 2° Esquadrão, Núcleo de Policiamento Comunitário e contando principalmente com policiais que estavam de folga, promoveram uma grande caçada que pela parte da manhã resultou na prisão de dois assaltantes, Luiz Paulo Costa, o vulgo “Zizi” de 21 anos, e Jeferson Bueno Monteiro, o vulgo “Seco” de 30 anos, que havia recebido dispensa do presídio no dia anterior ao assalto.

Zizi estava com parte do dinheiro roubado, celulares das vítimas e uma arma.

A dupla foi conduzida o para a Delegacia de Pronto Atendimento da Policia Civil, onde foram sendo autuados em flagrante por latrocínio – roubo seguido de morte. Após, foram recolhidos presídio regional de Passo Fundo.

Todo o aparato policial continuou nas buscas aos bandidos, quando por volta das 15h30min localizaram o terceiro assaltante.

Ele estava escondido próximo a uma leitaria, na localidade de Capão Bonito, nos fundos do Clube Caixeiral Campestre, e resistiu a prisão efetuando disparos contra os policiais, que revidaram.

O bandido foi baleado e rapidamente conduzido até o hospital São Vicente de Paulo, porém não resistiu a gravidade dos ferimentos e faleceu. Ele foi identificado como Ademar Bagestan dos Santos, de 19 anos, e já possuía antecedentes.

Há suspeitas de que tenha a participação de mais indivíduos, sendo que agora o caso vai ser investigado por agentes da 1ª Delegacia da Polícia Civil.



Postar um comentário