SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

terça-feira, 2 de setembro de 2014

EM ATO COVARDE, BANDIDOS MATAM ENGENHEIRO E FOGEM

JORNAL EXTRA 02/09/14 06:00


Câmeras flagram fuga de bandidos que mataram engenheiro na Zona Norte do Rio



Marcos Nunes


Câmeras de segurança revelam que três homens, utilizando duas bicicletas, esperaram o fechamento de um sinal de trânsito para atacar o engenheiro Marcelo Magalhães Gonçalves, de 46 anos, que havia acabado de parar seu carro, um utilitário importado, em um cruzamento no bairro do Rocha, na Zona Norte do Rio. Marcelo foi morto no último dia 18 durante uma tentativa de assalto na Avenida Marechal Rondon.

Um dos bandidos abriu a porta do veículo, que estava destravada. Num ato instintivo, o engenheiro puxou a maçaneta interna para tentar impedir a entrada do assaltante, mas o homem fez dois disparos. Os tiros estilhaçaram o vidro lateral do motorista e provocaram a morte de Marcelo.

O engenheiro Marcelo Magalhães Gonçalves, foi morto ao tentar fechar a porta de seu veículo Foto: Bruno Gonzalez/Agência O Globo



Imagens divulgadas ontem pela Divisão de Homicídios (DH) mostram os três bandidos, em duas bicicletas, pela contramão da Avenida Marechal Rondon, às 7h12m de 18 de julho, segundos antes de o crime ocorrer.

Tiros estilhaçaram vidros do motorista Foto: Bruno Gonzalez/Agência o Globo



Às 7h15m, a fuga do trio é flagrada pelas câmeras. Segundo a polícia, antes de deixar o local um dos bandidos, descrito como sendo um homem magro e moreno, abriu a porta do carona e retirou do carro uma bolsa, onde a vítima guardava dinheiro e alguns objetos.

Tiros acertaram o braço e o coração do engenheiro Foto: Bruno Gonzalez/Agência O Globo



Os outros dois bandidos, que também fugiram, são descritos como um homem negro de boné e um menor de idade. Este último, também negro, estava com cabelos raspados e tinha um bigode ralo. Para o delegado Geniton Lages, da DH, os assaltantes não deram chance de defesa ao engenheiro.

— Foi um ato covarde. A vítima teve um ato instintivo de tentar fechar a porta e foi alvejada a tiros, que acertaram um dos seus braços e o coração. Quem puder ajudar na identificação dos bandidos pode ligar para o Disque-Denúncia (2253-1177), ou para o número 2333-6393, da DH. Não é preciso se identificar — disse o delegado Geniton Lages.




Leia mais: http://extra.globo.com/casos-de-policia/cameras-flagram-fuga-de-bandidos-que-mataram-engenheiro-na-zona-norte-do-rio-13798259.html#ixzz3CAuRYsE4
Postar um comentário