SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

terça-feira, 30 de setembro de 2014

ROTINA DE ASSALTOS EM BAIRRO DE POA

ZH 29/09/2014 | 15h35


Assaltantes levam R$135 mil de comerciantes do Bairro Medianeira em seis semanas. Na manhã desta segunda-feira, roubaram R$35 mil de um empresário que estava a caminho do banco para fazer um depósito



Por volta das 9h50min desta segunda-feira, o dono de um supermercado da Travessa Viamão, no bairro Medianeira, em Porto Alegre, estava a caminho do banco para depositar R$ 35 mil quando foi abordado por uma dupla de assaltantes que levaram o dinheiro e títulos bancários. A quantia é a menor da série de assaltos que a 2ª Delegacia de Polícia Civil investiga na região: em 15 de setembro, foram levados R$ 60 mil do Super Três, e no dia 18 de agosto, R$ 40 mil do Mercado Maccari.


A vítima do assalto desta segunda-feira conta que estava na Rua Antônio Divan, dirigindo a caminho do banco, quando o carro da frente parou e dois homens desceram do veículo e o abordaram. Após o assalto, os títulos que estavam junto com o dinheiro foram jogados em frente ao mercado.

– É um pessoal que tem assaltado bastante na região. É sempre na segunda-feira e é quase semanalmente, sei de pelo menos 10 casos. É sempre a mesma dupla, com o mesmo jeito de agir – conta o empresário, que pediu para não ser identificado.

O delegado da 2ª DP, Cesar Carrion, disse que a polícia tem conhecimento de três casos. Eles estão sendo investigados.

– São supermercados próximos e eles abordam sempre da mesma maneira. Parece que os assaltantes têm informações privilegiadas, porque é sempre a caminho do depósito de quantias muito grandes – explica Carrion.

O delegado ainda informou que não há suspeitos, mas que a polícia trabalha para reunir provas e chegar aos assaltantes. *Zero Hora
Postar um comentário