SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

BANDIDOS ROUBAM RODAS DE CARRO EM FRENTE À DELEGACIA DE POLÍCIA

ZERO HORA Atualizada em 10/10/2014 | 09h0410

Bandidos roubam rodas de carro em frente a delegacia de polícia em Porto Alegre. Roubo aconteceu em frente à 17ª Delegacia de Polícia, na Avenida Voluntários da Pátria




Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

Mais um carro foi encontrado "depenado" em Porto Alegre. Na manhã desta sexta-feira, um Escort cinza, com placa MAG 1379, de Osório, foi encontrado com o vidro quebrado e sem três rodas.

Os criminosos foram ousados: o roubo aconteceu em frente à 17ª Delegacia de Polícia, na Avenida Voluntários da Pátria.

Não se sabe quem são os autores do crime nem se pertencem ao mesmo grupo que tem atuado nos últimos dias nas ruas da Capital.


O dono do veículo que teve as peças roubadas não foi encontrado.

Em uma das ocorrências, em 19 de setembro, na Rua Felipe Camarão, criminosos levaram menos de cinco minutos para retirar as peças do veículo.

Em entrevista a Zero Hora na semana passada, o delegado Abílio Pereira, responsável pela 10ª Delegacia de Polícia (DP), que cobre os bairros Bom Fim, Santana e Rio Branco, afirmou que a sensação é de que os casos estão mais frequentes nos últimos 90 dias:

— Nesta região, a demanda com certeza é a droga. Na maioria dos casos são usuários de drogas, ladrões avulsos, que furtam e vendem por qualquer meia dúzia.

Em 2012, uma quadrilha que furtava de rodas de carros agia com frequência em Porto Alegre.

* Zero Hora
Postar um comentário