SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sábado, 25 de outubro de 2014

EXECUTADOS APÓS SEREM ATRAÍDOS POR MULHER PELO APLICATIVO DE MENSAGEM




DIÁRIO GAÚCHO 24/10/2014 | 23h26


Jovens são mortos após serem atraídos por mulher pelo WhatsApp. Polícia suspeita de execução, pois rapaz de 24 anos - que estava foragido - teria sido vítima de emboscada

Vanessa Kannenberg



Mensagens enviadas pelo WhatsApp, que marcavam um encontro amoroso, podem ter sido usadas para atrair um jovem para uma emboscada em Novo Hamburgo na noite desta quinta-feira. A vítima acabou executada a tiros. Um amigo, convidado para dar carona até o local, acabou morrendo por ser testemunha, segundo aponta a Polícia Civil.

De acordo com o delegado Enizaldo José Plentz, titular da Delegacia de Homicídios do município do Vale do Sinos, Aloncio Vinicio da Costa Leite, 24 anos, conhecido como Neguinho da Capanema, estaria trocando mensagens pelo aplicativo com uma mulher, e teria dito à irmã que estava "faceiro" porque iria se encontrar com ela. Uma camisinha foi encontrada no bolso da vítima.

— Estamos investigando, agora, se essa mulher do WhatsApp realmente existe. Nós acreditamos que não, que foi tudo uma simulação e o WhatsApp foi usado apenas como um "puxa" — disse o delegado.


Leite estava foragido da Justiça desde maio e tinha antecedentes por tráfico de drogas, roubo e homicídio. Supostamente, ele seria o alvo.

— Ele fazia parte das facções Manos e Bala na Cara e costumava cometer crimes junto com o irmão, que foi assassinado há quatro meses em Sapiranga. A polícia de lá já descobriu que o irmão devia para a quadrilha. Acreditamos que o Neguinho morreu pelo mesmo motivo — afirma Plentz.

Jared de Souza, 21 anos, era amigo de Leite e teria dado uma carona de moto até o local da suposta emboscada. Segundo a polícia, após presenciar a morte do amigo, tentou fugir, mas foi atingido por três tiros nas costas e mais um na cabeça.

A polícia de Novo Hamburgo deve trabalhar em conjunto com a de Sapiranga para tentar identificar os suspeitos e confirmar se os assassinados têm ligação.​
Postar um comentário