SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

FILMAGEM SUSPEITA



ZH 02 de outubro de 2014 | N° 17940

CRISTIANE BAZILIO


ATITUDE SUSPEITA. Homem é detido após mobilização de mães. ELE FOI PEGO próximo a uma escola da zona norte da Capital, onde estaria filmando crianças


Um homem foi detido na manhã de ontem, na zona norte da Capital, após mobilização de um grupo de mães que há dias desconfiava de atitudes dele no entorno de uma escola da região. Ele estaria filmando crianças e adolescentes na entrada e saída das aulas. Preocupadas, elas passaram a monitorá-lo. No entanto, quando notava que estava sendo observado, o homem saía. As mães criaram um grupo no Whatsapp e passaram a compartilhar informações.

– Na quinta-feira passada, o vigia da escola o teria abordado e questionado a respeito das filmagens. Ele teria sido agressivo e dito que toda aquela criançada era “um bando de nazistas” e que “mereciam morrer metralhadas”. Fiquei apavorada! – disse uma das organizadoras do grupo, que pediu para não ser identificada.

Na manhã de ontem, de posse das imagens feitas pelas mães, policiais militares do 11º Batalhão de Polícia Militar estiveram no local.

– Ele tem extensa ficha, que inclui crimes contra crianças e adolescentes. Flagramos ele fazendo fotos e vídeos. Foi detido e levado para a delegacia para averiguações – disse um agente do serviço de inteligência do batalhão.

Até o começo da tarde de ontem, pelo menos 13 mães de alunos haviam comparecido à 4ª Delegacia de Polícia, na qual o detido prestaria depoimento.

Com ele, foram apreendidos uma máquina fotográfica, uma câmera de vídeo, um tablet, cinco pendrives e um celular. Ainda no começo da tarde, conforme o delegado Herbert Ferreira, não haviam provas concretas para incriminá-lo.

– Ainda estamos investigando. Ao que parece, trata-se de um desequilibrado – disse o delegado.

Postar um comentário