SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

terça-feira, 7 de outubro de 2014

MEDIDAS NÃO INTERROMPEM ATAQUES CRIMINOSOS EM SC

A NOTÍCIA 05/10/2014 | 19h40

Diogo Vargas

Medidas não interrompem ataques criminosos no fim de semana em Santa Catarina. Polícia acredita que crimes vão diminuir nos próximos dias.



Força Nacional de Segurança: aumento de efetivo nos próximos dias no Estado. Foto: João Soares / Agência RBS



As medidas de impacto como as transferências de presos para presídio federal e a chegada da Força Nacional de Segurança não interromperam a onda de ataques em Santa Catarina.

A afronta se manteve no fim de semana em que houve policial ferido em Florianópolis, ônibus queimado em Lages e até a sede do Departamento de Administração Prisional (Deap) atingida a tiros.

A experiência de outras ondas de atentados da facção Primeiro Grupo Catarinense (PGC) leva a polícia a crer que os crimes continuarão por mais alguns dias. Isso porque ainda há criminosos envolvidos com o bando nas ruas e também oportunistas que estariam atuando no embalo dos bandidos.

— O salve-geral (ordem dos criminosos para ataques) foi passado, isso é de conhecimento público e por isso acreditamos que ainda leve alguns dias para cessar, mas tomamos medidas fortes, fizemos prisões importantes e estamos com investigações grandes em andamento — avaliou neste domingo o delegado-geral da Polícia Civil, Aldo Pinheiro D'Ávila.

Há investigações, por exemplo, em Criciúma e Chapecó, além da principal que é desenvolvida pela Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic), em Florianópolis.

As polícias Civil e Militar levam em conta que ainda há ação de criminosos que se aproveitam do momento para fazer ataques. Até domingo a PM registrava 84 ataques em 30 cidades.

— Na realidade permanece alguns dias há exemplo dos anos anteriores, até por uma questão de talvez não ser mais a organização, mas ao modismo e aproveitamento da situação. Agora precisamos de toda cautela, porque pode ser atentado e vandalismo — afirmou a chefe de Comunicação da Polícia Militar, tenente-coronel Claudete Lehmkuhl.

Novas transferências

Mesmo no período eleitoral, a Polícia Civil cumpriu pelo menos sete mandados de prisão de pessoas ligadas à organização criminosa no fim de semana, em Campos Novos, no Meio-Oeste.

No sistema prisional não houve alteração na massa carcerária apesar das transferências de 20 presos para a Penitenciária Federal de Porto Velho. O secretário da Justiça e Cidadania, Sady Beck Júnior, afirmou que novas remoções de detentos para fora do Estado não estão descartadas.

Atentados no domingo

05/10/2014 - 00h40
Lages

Incêndio criminoso a ônibus. Quatro homens quebraram um dos vidros da porta traseira e jogaram um artefato em chamas. Os autores estavam em um Chevette ou Monza de cor prata. As chamas foram controladas pelo proprietário do coletivo.

05/10/2014 - 01h23
Palhoça

No bairro Jardim Eldorado, homens numa moto escura passaram em frente ao Departamento de Administração Prisional (Deap) realizaram cinco disparos de arma de fogo.

05/10/2014 - 01h27
Criciúma

Na rua Pedrinho João Antônio Gerônimo, bairro Jardim União, um veículo Gol, foi incendiado totalmente. Não houve testemunhas.

05/10/2014 - 03h50
Florianópolis

Na Avenida Jorge Lacerda, bairro Costeira, homem, numa motocicleta, jogou um coquetel molotov em uma concessionária de veículos. O artefato atingiu uma camionete, que pegou fogo.

05/10/2014 - 03h56
Florianópolis

Na rua Custódio Firmino Vieira, bairro Caieira, dos Sacos dos Limões, homens atearam fogo no veículo Fox de um policial militar. O cabo da PM conseguiu conter o fogo. Enquanto o policial apagava o fogo, atiraram contra ele, acertando somente o porta mala do veículo. O policial teve queimaduras na barriga e mãos.

05/10/2014 - 04h42
Florianópolis

Na rua Hipólito Gregório Pereira, bairro Canasvieiras, atearam fogo numa viatura da Polícia Rodoviária Federal, uma Mitsubishi Pajero Sport. O veículo estava estacionado no pátio de um condomínio. Ninguém ficou ferido. A viatura foi totalmente queimada.

05/10/2014 - 07h00
Tubarão

Uma policial militar do 5ºBPM, ao chegar na sua residência hoje pela manhã, após o serviço, se deparou com três disparos de arma de fogo na parede de sua casa. Guarnição da PM esteve no local e o IGP foi acionado.

Fonte: Polícia Militar.
Postar um comentário