SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

NOVOS SERVIÇOS COM VELHO EFETIVO

O SUL Porto Alegre, Quarta-feira, 22 de Outubro de 2014.



WANDERLEY SOARES



Estrategistas da segurança pública gaúcha desenvolvem surpreendente alquimia


Depois de Alegrete, Uruguaiana recebeu, segunda-feira última, reforço da Secretaria da Segurança Pública com o programa da chamada Polícia Comunitária. Foram implantados dois núcleos na cidade: um no bairro Cabo Luís Quevedo e outro no Cidade Nova. Tais dispositivos, modernamente integrados no intitulado "programa", fazem parte de um planejamento que beira o milagre da multiplicação dos pães, pois são novos serviços da polícia ostensiva que são instalados sem que se tenha notícia do aumento de efetivo na Brigada Militar e, paralelamente, colocados em funcionamento com as aposentadorias, as licenças e mesmo com o desvio de funções de não poucos profissionais da segurança. E isso tudo sem se falar no deslocamento de policiais militares do interior do Estado para o reforço do policiamento de Porto Alegre. Trata-se da alquimia da política transversal da segurança pública gaúcha


Direção criminosa

O motorista de uma caminhonete Ford Ecosport com placas clonadas atropelou, na madrugada de ontem, três policiais rodoviários federais ao tentar escapar de uma blitz na BR-116, em Canoas. O homem, de 33 anos, foi preso em Esteio. Ele ainda teria tentado abandonar o veículo e fugir a pé pela rodovia. Os policiais atingidos sofreram apenas ferimentos leves


Crack chique


A Brigada Militar prendeu, ontem, um homem que transportava em um carro 15 tijolos de crack, com peso total de 14,5 quilos. O veículo foi parado na avenida Carlos Gomes, área chique de Porto Alegre


Carga viva


A Susepe (Superintendência dos Serviços Penitenciários) contratou, via licitação, a empresa Comil, de Erechim, para montagem de um ônibus moderno que substituirá o velho "trovão azul", apelido dado pelos agentes penitenciários e que serviu para transportar presos durante 30 anos e acabou desativado em 2013. O novo ônibus está sendo preparado em Erechim, no Alto Uruguai, e será entregue à Susepe em cinco de novembro próximo. O valor total do investimento do Estado é de R$ 400 mil. O ônibus terá quatro celas para 42 presos e espaço para 14 agentes penitenciários, e será equipado com três câmeras externas e cinco internas, com monitoramento pela cabine. A montagem prevê áreas de conforto, como ambiente climatizado, poltronas reclináveis para os agentes, além de motor com equipamentos menos poluentes e espaço para armas, algemas, coletes balísticos e outros materiais. Enfim, será um carro-forte para transporte de carga perigosa e viva.
Postar um comentário