SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

terça-feira, 21 de outubro de 2014

PRESO 15 VEZES, LADRÃO ATROPELA NA FUGA POLICIAIS RODOVIÁRIOS

CORREIO DO POVO 21/10/2014


Bibiana Borba / Rádio Guaíba


Três policiais rodoviários são atropelados na BR 116, em Canoas. Motorista tentou escapar de blitz e foi detido após perseguição da PRF



Três policiais rodoviários são atropelados na BR 116, em Canoas | Foto: Polícia Rodoviária Federal / Divulgação / CP


O motorista de uma Ford EcoSport roubada atropelou três policiais rodoviários na madrugada desta terça-feira ao tentar escapar de uma blitz no km 261 da BR 116 em Canoas, na região Metropolitana.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o crime ocorreu às 3h, quando quatro viaturas realizavam uma operação especial no local. O motorista de 33 anos furou a barreira que estava montada e teria direcionado o carro contra os policiais rodoviários.

Após o atropelamento, os policiais iniciaram a perseguição, que percorreu sete quilômetros e só terminou na cidade de Esteio, depois que um dos pneus da EcoSport furou porque o motorista perdeu o controle do veículo e bateu no meio-fio. O homem ainda tentou abandonar a caminhonete para fugir a pé, mas foi dominado pelos policiais.

Ao ser abordado, o motorista apresentou um Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo falso. Os policias verificaram a situação da caminhonete e constataram que as placas de Santa Catarina eram falsas e correspondiam a uma EcoSport em situação regular.

Preso pela 15ª vez


O homem, que já havia sido preso 14 vezes por furto e receptação de veículos, foi detido em flagrante por tentativa de homicídio, uso de documento falso, receptação e adulteração do sinal identificador. Os policiais rodoviários que foram atingidos pela caminhonete sofreram ferimentos leves e não precisaram ser encaminhados para um hospital.
Postar um comentário