SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

QUATROS SÃO MORTOS EM APENAS UMA HORA NA MADRUGADA DE POA



DIÁRIO GAÚCHO 29/10/2014 | 10h35


Quatro são mortos em apenas uma hora na madrugada. Crimes aconteceram entre 1h e 2h da madrugada desta quarta, em diferentes pontos de Porto Alegre. Um PM também foi baleado e segue hospitalizado

Eduardo Torres


A madrugada desta quarta foi marcada pela violência em Porto Alegre. No intervalo de apenas uma hora, quatro pessoas foram assassinadas e um policial militar baleado em diferentes pontos da cidade. Segundo a polícia, não há relação entre os crimes.

A sequência começou por volta da 1h, quando Neilton Machado Quinteiros, 39 anos, foi encontrado morto com um tiro pelas costas. De acordo com a delegada Andrea Mattos, que atendeu ao local do crime, ele teria sido morto em um beco e arrastado até a Rua Menina Alvira, Bairro Aparício Borges.


Cerca de 30 minutos depois, a equipe de policiais foi acionada até o Bairro Cascata, onde os jovens Jarilson da Silva Barros, 18 anos, e Cristian Custódio Gary, 23 anos, foram executados com tiros no rosto na Rua Arlindo Nicolau Bertagnolli. Mortes com tiros no rosto são uma característica da facção dos Bala na Cara, mas por enquanto a delegada titular da 6ª DHPP afirma não ter uma linha de investigação definida.

Praticamente ao mesmo tempo, o soldado Émerson da Silva Nicoli,29 anos, do 19º BPM, havia sido baleado durante uma abordagem no Beco dos Marianos, Bairro Agronomia. Atingido por três tiros entre o peito e a axila, ele segue internado em situação estável no Hospital São Lucas.

Já eram quase 2h quando o alerta aconteceu no Acesso 2 do Parque dos Maias, Bairro Rubem Berta. Antônio Carlos Freitas Nunes, 45 anos, foi morto com um tiro na porta de casa. A suspeita é de que o crime esteja relacionado ao tráfico de drogas.
Postar um comentário