SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

TRÊS HOMENS SÃO EXECUTADOS COM VÁRIOS TIROS EM BAIRRO NOBRE DE POA



ZERO HORA 09 de outubro de 2014 | N° 17947

CARLOS ISMAEL MOREIRA

POLÍCIA VIOLÊNCIA EM PORTO ALEGRE. Três homens são mortos em tiroteio no bairro Rio Branco. SEGUNDO POLÍCIA CIVIL, foram efetuadas dezenas de disparos em área residencial da Capital. Delegada trabalha com hipótese de acerto de contas. Dois carros teriam sido usados no ataque


Um tiroteio por volta das 22h30min de ontem em uma área residencial da Capital acabou na morte de três pessoas. O crime ocorreu na Rua São Vicente, no bairro Rio Branco. As vítimas estavam em um Gol cinza escuro, com placas de Curitiba (PR).

Segundo investigadores da 3ª Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa, um Ka prata teria fechado o carro onde estavam as vítimas e os tripulantes balearam o motorista. Em seguida, os outros dois homens que estavam no Gol tentaram fugir a pé, mas foram atingidos por disparos vindos de um Celta vermelho que vinha atrás. Após o tiroteio, os carros usados no ataque fugiram.

– É uma típica cena de execução, resultado de um provável acerto de contas – afirma a delegada da 3ª DHPP, Jeiselaure Rocha de Souza.

Um morador do bairro, que preferiu não ser identificado, contou que saía de casa quando começou o tiroteio.

– Parecia um foguetório, foram muitos tiros – afirma.

Um representante comercial assistia ao jogo do Grêmio com o filho, quando ouviu disparos.

– Como tem a demora da TV a cabo (para chegar o sinal), quando deu os dois primeiros tiros, a gente pensou: “Gol do Grêmio”. Aí, o Alán Ruiz chutou e marcou mesmo. Mas como o barulho continuou, fui na janela e vi os carros fugindo – conta.

Os mortos foram identificados como Eduardo Delgado Cardozo, 31 anos, Diego da Silva Velasquez, 24, e Andrews Prates dos Santos, 21. Conforme a Polícia Civil, todos tinham antecedentes criminais.

Postar um comentário