SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

terça-feira, 18 de novembro de 2014

A SEGURANÇA PRAIEIRA

O SUL Porto Alegre, Terça-feira, 18 de Novembro de 2014.



WANDERLEY SOARES


Estratégia: quem era de lá veio para cá e de cá voltou para lá e de lá vai para a praia até o outono chegar. Parecem muitos, mas são sempre os mesmos



Poder-se-ia dizer que se trata alquimia, quem sabe uma panacéia ou, simplesmente, cobertor curto, mas, oficialmente, trata-se de uma estratégia de policiamento ostensivo para todo o Estado com o menor efetivo possível contra índices de violência e criminalidade em permanente elevação.


Assim é que 150 policiais militares, homens e mulheres, que desfalcaram cidades do interior para reforçarem a segurança da Capital, retornaram ontem para suas unidades de origem. Em breve, comporão pelotões que irão para os litorais sul, norte e balneários de águas internas. Ao todo, serão 1,2 mil brigadianos praieiros que deixarão não poucos prefeitos falando sozinhos. Isto tudo quando em Porto Alegre, Região Metropolitana e nas principais cidades do interior haverá a agitação intensa no comércio devido às compras de Natal. E não há outra solução, pois os governos entram com ares de austeridade e a promessa de tratar a segurança pública, em suas raízes, como prioridade e, na saída, acenam com sorrisos amarelos ao mostrarem gráficos coloridos em que dizem que o possível foi feito


Promoções inválidas



O realinhamento na Brigada Militar que busca ao cumprimento da decisão do TJ-RS (Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul) que tornou invalidadas, por inconstitucionais, as promoções ocorridas a partir de 2012, está em desenvolvimento, a partir do Piratini, com máximo sigilo. Os atingidos pela decisão passaram a ser notificados desde sexta-feira última, e o prazo para se pronunciarem deve encerrar amanhã


Costuras de cúpula

Não sem dificuldade, avistei da minha torre a chegada em um café do shopping Praia de Belas de algumas personalidades que discutiram a futura cúpula da Brigada Militar no governo José Ivo Sartori. O tenente-coronel Marcos Aguirre Gouvéia, homem forte do PSDB, dirigiu a assembleia informal, que contou com cabeças da maior importância, como a do tenente-coronel Luiz Porto, que liderou a campanha a deputado estadual de Kevin Krieger, major Gustavo Martins, que foi ajudante de ordens do ex-secretário da Segurança deputado José Otávio Germano, mais os tenentes-coronéis Luís Eduardo Ribeiro, que foi candidato a deputado, Everton Oltramari, e os majores Leandro Balém e André Coronel. As costuras deverão ter continuidade em um próximo encontro que poderá ser com um churrasco na residência de Aguirre


Tragédias


O último fim de semana, com 42 mortes violentas, foi o mais trágico do ano, até agora, no RS. O recorde poderá ser batido nas festas de fim de ano


Veteranos da Susepe


Denominado de "Coisa Séria" o movimento dos veteranos da Susepe (Superintendência dos Serviços Penitenciários) que busca, simplesmente, harmonia e congraçamento entre seus pares, tem encontro marcado para os dias 28 e 29, deste mês, em Cachoeira do Sul. O evento, coordenado pelo professor Leonardo Leiria da Rocha (fones 9886-3771 e 8323-1478) será realizado na sede da Ucasp (União Cachoeirense de Servidores Penitenciários).
Postar um comentário