SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

ASSASSINATOS AUMENTAM NO RS EM 2014

ZH 05/11/2014 | 10h27

CRIMINALIDADE. Número de assassinatos aumenta 20% no Estado em 2014. Dados da SSP apontam 1.697 homicídios dolosos nos três trimestres do ano, contra 1.419 no mesmo período de 2013

por Mauricio Tonetto


O mês de setembro de 2014, com 191 mortes violentas, tem o maior índice do terceiro trimestre Foto: Polícia Civil / Divulgação

O balanço da criminalidade, divulgado na manhã desta quarta-feira pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Rio Grande do Sul, aponta que cresceu 19,6% o número de homicídios dolosos no Estado de janeiro a setembro de 2014, em comparação com o mesmo período do ano passado. De acordo com os dados, são 1.697 assassinatos nos três trimestres; em 2013, foram 1.419.


O mês de setembro de 2014, com 191 mortes violentas, tem o maior índice do terceiro trimestre. No ano passado, no mesmo mês, o número de homicídios dolosos ficou em 149 . Já com relação aos latrocínios (roubos seguidos de mortes), houve queda: nos nove primeiros meses de 2013, a SSP registrou 105 casos; neste ano, 85 – diminuição de 19%.

– Esse é um contexto do país. A segurança pública ainda não tem a ciência para resolver. Ninguém está satisfeito, temos de mudar os resultados – diz o secretário de Segurança gaúcho, Airton Michels.

Furtos e roubos de veículos crescem

Outros índices que apresentaram elevação nos três trimestres deste ano foram os furtos e roubos de veículos. No acumulado de 2014, de acordo com a SSP, são 24.214 ocorrências, contra 21.961 do ano passado.
Postar um comentário