SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

ESCOLA E POSTO DE SAÚDE FECHAM POR MOTIVO DE SEGURANÇA

DIÁRIO GAÚCHO 20/11/2014 | 15h33

Eduardo Torres

Depois de execução no Pavão, escolas e posto de saúde fecham em outras duas ilhas em Porto Alegre. Estão fechadas duas escolas e um posto de saúde na Ilha das Flores e dos Marinheiros



Jovem foi executado com diversos tiros no meio da rua Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS



Duas escolas e um posto de saúde fecharam as portas na tarde desta quinta-feira (20) em razão da falta de segurança na região das Ilhas da Capital. A Escola Estadual de Ensino Fundamental Alvarenga Peixoto, na Ilha dos Marinheiros e a Escola Estadual Oscar Schitt, na das Flores além a Unidade Básica de Saúde da Ilha do Marinheiros suspenderam o serviço.

Foto: Maria Eduarda Fortuna/Rádio Gaúcha

Clima tenso desde outubro

No fim de outubro, a briga entre gangues da região se intensificou, depois que o chefe do tráfico da ilha dos Marinheiros foi morto. Dias depois, três integrantes da mesma gangue também foram assassinados.

Desde lá, a Brigada Militar garante que já prendeu sete pessoas e que está intensificando o policiamento no local.

Homicídio logo cedo na Ilha do Pavão

Um jovem identificado como Cassiano Ismael dos Santos Alves, 20 anos, foi executado com diversos tiros de pistolas 9mm e .380 por volta das 8h30min desta quinta, na Rua B da Ilha do Pavão, em Porto Alegre.

Um grupo com pelo menos oito homens fortemente armados invadiu a ilha e foi direto à casa onde Cassiano dormia. No local, estava ainda um casal. Todos foram arrancados de dentro do casebre e o rapaz teria sido arrastado até a rua e executado. A polícia acredita que ele tenha sido atingido por mais de dez tiros.

Na fuga, os criminosos teriam saído atirando da Ilha do Pavão, em direção à Ilha dos Marinheiros. No meio do caminho, um vigilante do Clube Navegantes São João acabou baleado na perna. Ele foi socorrido.

Cassiano tinha envolvimento com o tráfico de drogas e já esteve preso. O caso é apurado pela 2ª DHPP, que trabalha com a hipótese de mais uma morte relacionada à guerra do tráfico na região do Arquipélago.


* Com informações da Rádio Gaúcha
Postar um comentário