SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

terça-feira, 11 de novembro de 2014

HOMEM MATA EX-NAMORADA A FACADAS

ZERO HORA 11/11/2014 | 19h57

Homem mata mulher a facadas e é baleado por PM durante fuga. Segundo a polícia, agressor, que seria ex da vítima, passa por cirurgia em hospital de Tramandaí

por Vanessa Kannenberg



Foto: Divulgação / Brigada Militar


Depois do triplo homicídio executado na frente de uma criança, o Litoral Norte foi cenário de um segundo crime violento nesta terça-feira. Por volta das 17h, em Imbé, um homem matou a facadas, na rua, uma mulher que seria sua ex-namorada. Durante a fuga, ele teria resistido à abordagem da Brigada Militar e foi baleado.

De acordo com o delegado Valeriano Garcia Neto, o suspeito, que até agora só foi identificado pelo apelido de Joca, estaria esperando por Cláudia Oliveira de Pinho, 39 anos, próximo à ponte que liga Imbé a Tramandaí. A caminho da escola onde buscaria o filho, que teria por volta de 7 anos, Cláudia foi abordada por Joca.

— Algumas testemunhas contaram que ela tinha acabado de atravessar a ponte (do lado de Imbé), quando foi atacada pelo ex, que portava dois facões — afirma o delegado, acrescentando que o agressor estaria em uma bicicleta.

— Pelas marcas profundas no peito e nos braços da vítima, podemos perceber que houve luta corporal, que ela tentou resistir aos ataques — acrescenta Garcia Neto.

A BM foi acionada por moradores e uma viatura foi atrás do suspeito. Encontrado no pátio de uma casa, ele teria oferecido resistência à prisão, além de ter tentado atacar os policiais, e acabou sendo atingido por um disparo no abdômen.


Segundo o delegado, ele foi encaminhado ao hospital de Tramandaí, onde passava por cirurgia por volta das 19h. Mesmo estando internado, ele deve ser indiciado, além do enquadramento na Lei Maria da Penha, por homicídio qualificado, pelo fato de a vítima não ter tido oportunidade de se defender, enquanto ele estava armado com duas facas.
Postar um comentário