SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

TIROTEIO EM BOATE DEIXA PELO MENOS 14 FERIDOS EM POA

ZH A 03/11/2014 | 06h36

Tiroteio em boate deixa pelo menos 14 feridos em Porto Alegre. De dois a três homens entraram na danceteria atirando



Um dos tiros atingiu a janela de um carro no estacionamento, onde foi encontrada uma pistola e munições Foto: Carlos Macedo / Agencia RBS


Pelo menos 14 pessoas ficaram feridas em um tiroteio na Stuttgart Danceteria na madrugada desta segunda-feira em Porto Alegre. A boate fica na Avenida Princesa Isabel, no bairro Santana. A informação inicial era de que pelo menos 17 pessoas tinham ficaram feridas neste tiroteio, mas apenas 13 foram encaminhadas a hospitais da Capital — um dos feridos não quis receber atendimento médico.

Conforme a Brigada Militar, de dois a três homens entraram atirando no local, entre 3h e 3h30min. A suspeita da polícia é que os homens estavam armados com submetralhadoras. Uma pistola 380 e munições foram encontradas em um Palio branco que estava em um estacionamento ao lado da boate. A polícia vai investigar se essa apreensão tem alguma relação com o tiroteio.

Foto: Carlos Macedo, Agência RBS



Quando os policiais chegaram na boate, 12 feridos já haviam sido levados para o Hospital de Pronto Socorro (HPS) e um ao Hospital Cristo Redentor. No local havia só dois feridos: um homem que não quis passar por atendimento médico, porque foi atingido de raspão, e uma mulher, encaminhada ao HPS em seguida.

Os atirados fugiram. Dois homens foram presos em Viamão após trocar tiros com a polícia, que vai investigar se existe relação dos dois com o tiroteio na boate. A suspeita é que tenha ocorrido uma briga de gangues. Na noite de domingo, outras seis pessoas ficaram feridas após serem atingidas em um bar no bairro Cascata, também na Capital. Os baleados também foram encaminhados ao HPS.


Foto: Carlos Macedo, Agência RBS
Postar um comentário