SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

DELEGADO ACONSELHA AMIGOS E PARENTES A NÃO IREM AO CENTRO DE POA POR FALTA DE SEGURANÇA

DIÁRIO GAÚCHO 09/12/2014 | 12h00

Delegado aconselha amigos e parentes a não irem ao Centro. Titular da 17ª DP, Hilton Muller reclama da falta de policiamento nas ruas e considera número "inaceitável"



Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS


Renato Gava



A região central de Porto Alegre é conhecida pelos furtos a pedestres. O roubo de celular, por exemplo, chegou ao número de 1.106 até o final de novembro na localidade. Muito por isso, até mesmo o delegado da área aconselha amigos e parentes a evitarem o Centro. Titular da 17ª Delegacia de Polícia, o delegado Hilton Muller é categórico:

— Aos meus amigos e parente, aconselho a evitar vir ao Centro. Se tiver de vir, não atenda celular, não ostente joias, não carregue muitas sacolas. Simplesmente não tem policiamento ostensivo, a gente trafega e não vê brigadianos.


Sua delegacia registrou em novembro deste ano 43 ocorrências de furtos do tipo punga, contra 37 no mesmo período do ano passado. Nos primeiros quatro dias de dezembro, foram três (cinco em 2013).

— Quando as pessoas têm documento furtado, precisam registrar, assim como cartão de crédito, mas no caso de correntinhas, relógio e até celulares, muitos sequer registram. Qualquer número que se diga, será um chute — avalia.


Poucos funcionários na 17ª DP

Com apenas quatro investigadores na delegacia, ele faz o que pode para investigar esses e os demais crimes registrados. Conhecido pelo temperamento forte, o delegado não poupa sequer o secretário Estadual de Segurança, Airton Michels:

— Hoje (ontem, segunda-feira, 08/12) mesmo ouvi o secretário dizer (na Rádio Gaúcha) que não podemos colocar um brigadiano em cada esquina. Mas o nível que temos de policiamento na área central é inaceitável.

A reportagem tentou contato com o secretário, que não atendeu aos chamados.


Operação Papai Noel, o alento

A Brigada não forneceu dados que mostrem a evolução mensal do número de furtos no Centro. O tenente-coronel Vieira admite que há aumento, porém, segundo ele, "não é muito grande".

— A verdade é que, mesmo fora do período de festas, a quantidade de ataques já é grande. E, nessa época, a Operação Papai Noel tem feito a diferença — avaliou.


A ação vai até o dia 31 de dezembro e tem como foco a área central. O 9º BPM, que normalmente mantém 20 homens na região, passa a ter 40. Para isso, deslocou PMs dos serviços administrativos e do Pelotão de Operações Especiais (Poe). Além disso, o Batalhão de Operações Especiais (Boe) cede cerca de 40 soldados, a serem distribuídos em três turnos.





Fique atento:


- Se precisar atender alguma ligação, entre numa loja. Jamais faça isso na rua;

- Não ostente relógios e joias, nem mesmo bijuterias. Por mais que o valor seja baixo, o ladrão pode te ferir na ação para arrancas a peça;

- Não leve a bolsa na parte de trás do corpo — de preferência, ela deve ficar na frente;

- Evite, sobretudo nessa época de fim de ano, bolsas grandes. E jamais trafegue com muitas sacolas. Se o ladrão puxar uma, você vai soltar todas para correr atrás dele?;

- Há receptadores de óculos no Centro, inclusive de grau. Portanto, se tiver modelos de baixo valor, de preferência a eles. Carregá-los na cabeça ou na camisa é um chamariz para gatunos;

- De forma alguma abra a carteira na rua. Se tiver que pegar dinheiro, entre em algum comércio;

- Idosos sozinhos são convites para criminosos. Evite que os que você conhece trafeguem sozinhos na região.


Números da Brigada no Centro até novembro:


Apreensões

1106 Celulares
62 milDVDs*
5  Tablets
493 Relógios
3725 Óculosdesol*
2738 Óculosdegrau*

* Obs.: pela estimativa da polícia, 60% dos óculos são roubados e furtados, e os demais, contrabando. No caso dos DVDs, mais de 90% são oriundos de contrabando.



Registro de ataques

69 Chuca (bolsa é aberta ou rasgada e materiais são subtraídos)
170 Roubos a pedestre (envolve correntes,relógio se outros bens,com ameaça)
75 Punga (furtos de carteira)
145 Roubos e furtos de celulares





Postar um comentário