SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

EM POA, PASSAGEIROS CRIAM TÉCNICAS PARA ESCAPAR DE ASSALTANTES DE ÔNIBUS

ZH 08/12/2014 | 04h02

Violência na Capital. Passageiros criam técnicas para escapar de assaltantes de ônibus
Levantamento mostra que a linha mais perigosa de Porto Alegre é a T4

por Cláudio Goldberg Rabin



Foto: Marcelo Oliveira / Agencia RBS

Um levantamento feito por ZH sobre a criminalidade nos ônibus de Porto Alegre mostrou que a linha mais perigosa chama-se Transversal Quatro, mais conhecida como T4. De janeiro de 2013 a outubro deste ano, a rota foi alvo de 78 assaltos. Nesse mesmo período, o total de todos os ônibus da Capital foi de 1.103 assaltos, uma média de 4,6 assaltos por linha— muito abaixo da marca do T4.


Mas e nós, passageiros? É difícil medir objetivamente a violência com foco em quem usa o serviço, pois nem todas as ocorrências são registradas e os dados não são públicos. De qualquer maneira, quem anda de ônibus teme a violência.


Como, por exemplo, Dafny Engroff, 21 anos, é que usa o T4 há dois anos para ir para PUCRS, onde estuda Administração, e senta no primeiro banco após passar a roleta, bem em frente do cobrador.

— Por segurança — diz.

Nunca foi assaltada. Mas, das pessoas ouvidas pela reportagem, a melhor tática para ser "pouco roubado" foi a do vendedor João Paulo Carniel. À noite, ele não usa fone de ouvido e tem sempre dois celulares: um Nokia X2, que não funciona e pode ser encontrado por até R$ 30 em sites como o Mercado Livre, e um Nexus 5 da LG, que vale cerca de R$ 1.300. Em caso de problema, Carniel pelo menos pode oferecer uma opção aos bandidos.

Com dois meses e meio de uso do T4, as estatísticas foram ao encontro dele:

— Eu estava dormindo. Quando acordei, a cobradora estava de pé. Um cara estava apontando para a barriga dela uma faca de corte, dessas meio gaudérias, outro estava na porta gritando para ele se apressar. Na saída, ainda pegaram o celular de uma mulher.

No relatório da Carris, está o registro: assalto no dia 19/07/2014 às 22h05min, na Avenida Antônio de Carvalho. Os ladrões levaram R$ 93,80.



Marlus Santos Sousa, 23 anos, pegou o ônibus na parada da PUCRS rumo a casa da sogra na Zona Norte. Não usa a linha com frequência, porque tem carro — que estava estragado. Como Dafny, ele tem uma estratégia de redução de danos:

— Nunca ando com mochila aqui.



Ranking de assaltos - Ordem alfabética

T4 - T 4
T6 - T 6
491 - ICARAI(ALTO TAQUARI)
495 - MANOEL ELIAS / PROTASIO
T8 - T 8 - CAMPUS / FARRAPOS
473 - JARDIM CARVALHO / JARDIM DO SALSO
B02 - FAPA / AEROPORTO / LEOPOLDINA
494 - BATISTA FLORES
T10 - T10 - TRIANGULO / ANTONIO DE CARVALHO
661 - LEOPOLDINA
282 - CRUZEIRO DO SUL
T3 - T 3
T 1 - T 1
361 - C E F E R
631 - ORFANOTROFIO / JARDIM MEDIANEIRA
490 - MORRO SANTANA
433 - VILA JARDIM
T2 - T 2
T1D - T 1 DIRETA
621 - ALIMENTADORA WENCESLAU FONTOURA / ESCOLAR
Postar um comentário