SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sábado, 20 de dezembro de 2014

MESTRE DE OBRAS FOI SEQUESTRADO, TORTURADO E JOGADO NO RIO JACUÍ



Sáb, 20 de dezembro de 2014

Encontrado corpo do mestre de obras que foi sequestrado em Ijuí. Adelar Duarte, algoz e mandante do crime de tortura contra o mestre de obras Angelim Alceu Della Flora, 57 anos, de Ijuí e Cláudia, de Cruz Alta, continua foragido e procurado. Quem souber do paradeiro de Adelar deve comunicar à Polícia e à BM.

Corpo do mestre de obras Angelim Alceu Della Flora (no detalhe), de 57 anos, foi encontrado na tarde desta sexta-feira, 19, nas águas da represa do Passo Real do rio Jacuí. Na imagem, uma vista parcial do lago da represa onde foi encontrado o corpo do mestre de obras. Foto: Ijuiurgente


A Polícia Civil encontrou na tarde desta sexta-feira, 19, o corpo de Angelim Alceu Della Flora, de 57 anos.

Segundo as primeiras informações o corpo da vítima foi encontrado na localidade de Passo Real, dentro do Rio Jacuí - próximo a ponte.

Uma funerária foi chamada para remover o corpo até o Instituto Médico Legal (IML) de Cruz Alta onde passara por necropsia.

O corpo de Angelim Alceu Della Flora deverá ser liberado na manhã deste sábado para a família sepultar.


A tortura e a morte


A reportagem do Ijui.com entrou em contato com a Polícia Civil de Cruz Alta, na noite desta sexta, para buscar mais informações sobre a trágica e cruel morte do mestre de obras ijuiense.

Informações dão conta de que o corpo do homem estava muito inchado e com diversas perfurações pelo corpo.

Nos videos, que não foram divulgados pela Polícia, em virtude das cenas fortes, os torturados apresentaram um nível muito grande de crueldade, perfurando o corpo da vítima, batendo, e até mesmo pregando o homem em uma árvore.

Ele recebeu vários golpes na cabeça, inclusive com pedras e pedaços de madeira, ficou desacordado, desmaiou e então foi carregado para dentro do carro, para onde foi levado, praticamente morto até as margens do rio, onde foi encontrado.

Entenda o caso


Um sequestro foi registrado na manhã desta segunda-feira, 15, em Ijuí. Tudo começou as 07h25min quando três homens chegaram para trabalhar numa obra localizada na rua José Gabriel. Ao entrar na obra eles foram surpreendidos por quatro homens encapuzados e armados. O trio foi rendido pelos bandidos, um trabalhador tentou fugir e recebeu uma coronhada na cabeça. Os meliantes perguntaram pelo mestre de obras, que atende pelo nome, Angelim Alceu Della Flora. Com a negativa, as vítimas foram presas em uma sala. Os bandidos estavam muito nervosos, disse um dos reféns. Quarenta minutos mais tarde o alvo dos bandidos chegou no local de trabalho. Ao entrar, Angelim foi rendido, e segundo um dos homens que ficou preso na sala, só deu para ouvir um grito muito forte. Desde aquele momento, Angelim Alceu Della Flora não foi mais encontrado. Os trabalhadores que ficaram reféns conseguiram sair do local uma hora mais tarde e chamaram a polícia.

A investigação está a cargo da 1º Delegacia de Polícia comandada pelo delegado Maurício Posselt. (Com informações do Portal Ijuí urgente e da reportagem do Portal Ijui.com)
Postar um comentário