SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

POA REGISTRA QUATRO HOMICÍDIOS EM QUATRO HORAS





DIÁRIO GAÚCHO 18/12/2014 | 06h42

Porto Alegre registra quatro homicídios em intervalo de quatro horas. Identificações das vítimas não foram divulgadas


 Pedro Quintana


Quatro homicídios foram registrados em Porto Alegre em menos de quatro horas na noite desta quarta, conforme a Rádio Gaúcha. O primeiro crime, por volta de 20h30, ocorreu na Avenida Nilo Ruschel, no Bairro Petrópolis. Um homem foi morto a tiros.

Por volta de 22h, um homem foi executado na Travessa Ceará, na Vila São Borja, Bairro Sarandi. Às 23h, outro homem foi baleado na esquina das ruas Dona Malvina e Banco Inglês, no Morro Santa Tereza. A vítima chegou a ser socorrida ao posto de saúde da região, mas não resistiu aos ferimentos.

E por volta de 0h, outro homicídio foi registrado pela Brigada Militar na Rua Tamandaré, no Bairro Cristal. Todas as vítimas foram mortas a tiros. A identificação delas não foi informada. Conforme a polícia, as mortes têm relação com o tráfico de drogas



Confronto entre gangues da Vila Cruzeiro deixa mais uma vítima na Zona Sul de Porto Alegre. Rogério Santos de Souza, 28 anos, foi executado a tiros no final da noite de quarta. Polícia investiga relação do crime com confrontos das gangues V7 e Pantanal


Eduardo Torres. 


A polícia investiga mais uma morte possivelmente relacionada ao confronto entre as gangues das vilas 27 (V7) e Pantanal, na Vila Cruzeiro, Bairro Santa Tereza, Zona Sul de Porto Alegre, no final da noite de quarta. Rogério Santos de Souza, 28 anos, foi atingido por pelo menos três disparos na Rua José Lino Avallone.

De acordo com a Brigada Militar, por volta das 23h o rapaz estava em uma moto quando foi surpreendido por homens em um Punto. Deste veículo teriam partido os tiros. Rogério era maranhense e, segundo a polícia, tinha antecedentes por porte ilegal e arma e tráfico de drogas. A relação dele com algum dos grupos em conflito ainda não foi esclarecida. O caso é apurado pela 6ª DHPP.

Há uma semana, Tiago Melo Escodells, 31 anos, foi executado a tiros e um menino de 14 anos foi atingido por uma bala perdida. O adolescente ainda se recupera dos ferimentos. Desde o começo do mês passado, quatro pessoas foram assassinadas no conflito entre as gangues.



Postar um comentário