SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

SARTORI DÁ RUMOS À SEGURANÇA PÚBLICA

O SUL Porto Alegre, Terça-feira, 16 de Dezembro de 2014.




WANDERLEY SOARES


Sem muitas palavras, o governador eleito definiu o perfil do delegado gaúcho que chega do Mato Grosso do Sul


Ao anunciar o delegado da Polícia Federal Wantuir Brasil Jacini, gaúcho de São Gabriel, para a Secretaria da Segurança Pública, o governador eleito José Ivo Sartori o definiu como "uma pessoa simples, mas muito profissional". Sem dúvida, simplicidade e profissionalismo são virtudes que dão um valor maior para um secretário de Estado que ocupará uma pasta que exige máximo equilíbrio emocional e larga experiência. Jacini, integra a Polícia Federal desde 1976, onde ingressou como agente e se tornou delegado em 1980. Tem vasto currículo, pois além do Distrito Federal, passou por cinco Estados (Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro). Ele é o atual titular da pasta da Segurança do Mato Grosso do Sul


A escolha de um delegado da Federal não chega a ser uma surpresa, pois o grupo de Sartori já havia ventilado que a tendência era esta. Resta agora saber de como serão alinhavadas as indicações para o comando-geral da Brigada Militar e chefia da Polícia Civil. Sartori tem assessores nas duas instituições que tratam não só na seleção de nomes, mas como num projeto inicial de trabalho a ser apresentado para Jacini que, evidentemente, também chegará com seu próprio projeto, pois, como os demais membros do próximo governo, não se trata de um forasteiro. Vamos, pois, aguardar com a expectativa de que tudo aconteça de forma simples, mas profissional.


Crime e castigo


Um tenente aposentado da Brigada Militar reagiu a um assalto, na manhã de ontem, na Zona Norte da Capital, e acertou dois tiros no peito de um bandido, que morreu momentos depois. O episódio ocorreu, na avenida Pernambuco, no momento em que o tenente chegava em seu veículo. O assaltante, identificado como Diego Boel, 31 anos, tentou o assalto armado com uma pistola


Assalto

O dono de um posto de combustíveis foi baleado, ontem, ao ser assaltado em Torres, no Litoral Norte. O empresário Daniel André, 41 anos, foi levado ao hospital com tiros na cabeça, em um dos braços e na barriga. Na fuga, Roberto César Pinheiro, 30 anos, roubou um Meriva e passou a ser perseguido pela Brigada Militar. Ele foi preso após bater em um carro estacionado. Com Pinheiro houve a apreensão de um revólver e o dinheiro roubado do posto


Alquimia brigadiana


Como o complexo e escorregadio critério de promoções instituído na Brigada Militar durante o governo Tarso Genro terminou por acumular um número de coronéis acima do previsto em lei, para equilibrar as coisas, alguns são agregados, ou seja, colocados em funções fora da corporação. Para completar a alquimia, outros estão no "excesso". No final, todos ficam felizes, pois o erário garante




Postar um comentário