SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

BANDIDOS AGEM COM CRUELDADE E TERRORISMO EM PRAIA NA BAHIA

Do G1 BA 08/01/2015 16h22 - Atualizado em 08/01/2015 16h39

Jovem diz que foi obrigado a nadar após assalto em praia: 'filme de terror'. Caso foi registrado na delegacia da cidade de Prado, na região sul da BA. Segundo estudante, homens tentaram quebrar o braço dele durante ataque.

Cássia Bandeira e Danutta Rodrigues




Márcio Porto, de 25 anos, foi espancado e roubado
em praia na Bahia
(Foto: Rosa Jahel/ Arquivo Pessoal)

"Cheguei a tirar a roupa para eles verem que eu não tinha dinheiro. Mesmo assim, até a minha roupa eles levaram", relatou em entrevista ao G1 nesta quinta-feira (8), Márcio Porto Santos, estudante baiano de 25 anos que foi espancado e assaltado, juntamente com os amigos, por quatro homens e uma mulher armados em uma praia localizada no município de Prado, na região sul da Bahia, onde a ocorrência foi registrada na delegacia.

De acordo com Márcio Porto, ele e mais seis amigos, três homens e quatro mulheres, estavam em uma praça na noite de domingo (4) e, por volta das 4h30 da madrugada de segunda-feira (5), seguiram para a praia. Em menos de 10 minutos os assaltantes abordaram o grupo. Dois deles estavam armados. De acordo com a polícia, as vítimas tiveram roupas, celulares, dinheiro, sandálias, correntes, pulseiras e relógios roubados pelos assaltantes.

"Eles deram um chute no meu rosto e meus óculos quebraram. Uma das lentes feriu meus olhos", relembra o estudante. De acordo com ele, os suspeitos espancaram os três homens do grupo de jovens e, em seguida, obrigaram todos a entrarem no mar.


Jovem relatou agressão sofrida durante assalto
(Foto: Rosa Jahel/ Arquivo Pessoal)

"Espancaram nós três. Pularam em cima do meu braço para tentar quebrar. A menina que estava junto com eles dizia assim: 'não gastem balas, quebrem o braço e joguem ele no mar que vai morrer afogado'. Tinha outro que dizia que íamos morrer, que tinha uma bala para cada um", conta. Ainda segundo o relato de Márcio Porto, após as agressões, os três jovens e as quatro mulheres foram obrigados a entrar no mar. "Ele mandou a gente ir nadando, nadando, nadando, até sumir", relatou o jovem, que diz ainda estar em choque com a situação.

Enquanto nadavam, o estudante relatou que uma das meninas teve crise asmática e outra não sabia nadar. "Pensamos que iríamos morrer afogados. Todos estavam se segurando para que todos se salvassem. A gente ficou cerca de 40 minutos em alto mar. Passou um filme de terror na minha cabeça", relembra o estudante.

Márcio conta que, enquanto estava no mar, percebeu que os suspeitos tentaram assaltar outro turista, que conseguiu fugir após lutar contra os homens. "Ficamos nadando e, quando percebemos essa situação, vimos que eles [suspeitos] estavam entrando em um carro e uma moto. Foi nessa hora que conseguimos sair do mar", contou.

De acordo com o jovem, após sair do mar, o grupo foi para a casa do estudante e, em seguida, levados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Prado. Segundo a unidade de saúde, eles foram medicados e liberados no mesmo dia. De acordo com a polícia, até a tarde desta quinta-feira (8) nenhum suspeito havia sido localizado. A Polícia Civil investiga o caso.
Postar um comentário