SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sábado, 24 de janeiro de 2015

BANDIDOS DE 17 ANOS CONFESSARAM SEQUESTRO E EXECUÇÃO A TIROS DE FISIOTERAPEUTA



ZERO HORA  24/01/2015 | 08h48


Fisioterapeuta é morto após sequestro no centro de Porto Alegre. Dois suspeitos de 17 anos foram presos em Alvorada e teriam confessado o crime

por Adriana Irion



O fisioterapeuta Rodrigo Schmidt da Rosa, 32 anos, foi encontrado morto na madrugada de sábado, nas margens da RS-118, em Viamão. A principal suspeita é de que tenha sido vítima de sequestro-relâmpago, que teve início na manhã de sexta-feira, nas proximidades da Estação Rodoviária, no centro de Porto Alegre.

Dois suspeitos de 17 anos foram presos em Alvorada, na Região Metropolitana, e teriam confessado o crime. Morador da Capital, Rodrigo havia levado a esposa até a rodoviária. Dirigindo um Ford Focus, teria sido abordado por dois suspeitos.

Durante toda a sexta-feira eles teriam obrigado a vítima a fazer saques no total de R$ 1,5 mil. Uma paciente, que seria atendida por Rodrigo na manhã de sexta-feira, alertou a família sobre a ausência do fisioterapeuta. Ocorrência foi registrada por familiares na 15ª Delegacia da Polícia Civil de Porto Alegre, e as buscas iniciaram.

Na madrugada de sábado, um dos suspeitos foi abordado em uma barreira da Brigada Militar em Alvorada, dirigindo um carro roubado. O outro foi preso em casa por policiais civis. No local estava o veículo da vítima e um revólver calibre 38, que teria sido usado no crime. Na manhã de sábado, os dois jovens estavam sendo ouvidos na Delegacia de Pronto-Atendimento de Alvorada. Um deles tem antecedentes por receptação.
Postar um comentário