SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

CASAL DE EMPRESÁRIOS ENVOLVIDO EM SEQUESTRO DE PREFEITO

ZERO HORA 20/01/2015 | 08h55


Casal de empresários é preso por participar do sequestro do prefeito de Mostardas. Uma terceira suspeita foi detida nesta terça-feira

por Cid Martins



Casal é suspeito de monitorar a rotina da vítima Foto: Cid Martins / Rádio Gaúcha


Correção: Das 8h até as 8h45, este site informou equivocadamente que Evaldo Júnior havia sido preso. Na verdade, ele segue foragido.

Agentes da Delegacia de Roubos do Departamento Especial de Investigações Criminais (Deic) prenderam, na manhã desta terça-feira, mais quatro integrantes de quadrilha que sequestrou o prefeito de Mostardas, Alexandre Galdino Dorneles Lopes, dia 19 de dezembro. As informações são do Blog Caso de Polícia, da Rádio Gaúcha.



Entre os detidos, estão um casal de empresários do município. Donos de uma revenda de gás e plantadores de arroz, Fredolino Gilmar Rodrigues Machado, 40 anos, e Lorecilda Colares Machado, 34 anos, não têm antecedentes criminais e tiveram prisão preventiva decretada por serem suspeitos de monitorar a rotina da vítima para os sequestradores. Segundo a investigação, eles também gerenciavam a movimentação financeira da quadrilha.

Cerca de 25 policiais cumpriram três mandados de prisão nesta terça-feira: em Santo Antônio da Patrulha, foi detida Renata Oliveira da Silva, esposa de Marcos Vinícius Oliveira de Lima, preso no dia do crime. Evaldo Júnior, um dos integrantes do grupo que abordou e sequestrou o prefeito, segue foragido.

No dia em que ele foi libertado do cativeiro pela polícia, no distrito de Morungava, em Gravataí, houve confronto e um dos envolvidos foi morto – Gladmir Josué Sabini, 39 anos. Na ocasião, a esposa dele foi presa e dois filhos adolescentes apreendidos. Outro filho, de 10 anos, que estava na residência onde houve o confronto, foi entregue a parentes.

De acordo com o delegado Joel Wagner, do Deic, o casal suspeito conhecia o prefeito e tinha ligação com um dos envolvidos que foi preso no dia do sequestro. Os empresários também são investigados por cuidar da parte financeira do grupo. Um dos detidos anteriormente usava o nome de Fredolino para realizar depósitos em bancos e fazer movimentações financeiras.

– Além de emprestar o nome, lavavam dinheiro para os criminosos. Para nós, integravam a quadrilha que é investigada por outros sequestros – diz Wagner.



Quadrilha realizou outros sequestros A quadrilha realizou pelo menos seis sequestros e tentativas no ano de 2014. Tentaram sequestrar empresários em Santo Antônio da Patrulha e Gravataí, crimes evitados pela Delegacia de Roubos, e realizaram outros sequestros. Também em Gravataí, fizeram refém a esposa de um empresário, mas sem pagamento de resgate. Em outro caso, em Encruzilhada do Sul, sequestraram mulher e filhos de outro empresário, além de outro caso em Triunfo e a ocorrência envolvendo o prefeito de Mostardas.
Postar um comentário