SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

FORAGIDO, FICHA LONGA, ARMADO, COMUNICADOR NA BM, ASSALTANDO E ROUBANDO CARROS

ZERO HORA  06/02/2015 | 06h34

Foragido preso pela PRF escondia carro em estacionamento do Hospital Santa Casa. Três carros roubados foram recuperados após prisão em São Leopoldo



Foto: Divulgação / Polícia Rodoviária Federal


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu um foragido na madrugada desta sexta-feira em São Leopoldo e recuperou três carros roubados. Um dos veículos era dirigido por ele, um estava em um estacionamento terceirizado do Hospital Santa Casa e outro na Travessa Carmem, no bairro Floresta.

O homem estava dirigindo um i30 prateado quando retornou na contramão da BR-116 ao avistar uma barreira da PRF no Km 254 da rodovia, em Sapucaia do Sul. Agentes da PRF conseguiram prender o homem cerca de 10 quilômetros depois de acompanhamento, em uma rua de São Leopoldo.

Com ele, foi encontrada uma pistola .40 de numeração raspada, um rádio comunicador sintonizado na frequência da Brigada Militar e porções de maconha.

Além disso, duas chaves de carros foram apreendidas com o homem. Aos policiais, ele disse se tratar das chaves de dois Civic roubados em 4 de fevereiro e indicou os locais onde estavam os veículos — o estacionamento do Hospital Santa Casa e a Travessa Carmem. Ele foi encaminhado à delegacia de São Leopoldo para registro do flagrante.


G1 RS - Da RBS TV 06/02/2015 09h32

Preso homem que escondia carro em estacionamento de hospital no RS. Suspeito foi preso pela PRF pela 18ª vez, na madrugada desta sexta-feira. Três carros roubados foram recuperados pelos agentes após a prisão.

Paulo Ledur





Um homem foi preso pela polícia pela 18ª vez, na madrugada desta sexta-feira (6), após uma perseguição em Sapucaia do Sul, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Ele foi detido depois de furar uma blitz da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Conforme os agentes, Thiago Silva Cruz, de 26 anos, fazia parte de uma quadrilha que usava o estacionamento de um hospital de Porto Alegre para deixar veículos roubados.

Policiais perseguiram o carro em que o suspeito estava por cerca de 10 quilômetros, como mostra a reportagem do Bom Dia Rio Grande, da RBS TV (veja o vídeo acima). Com os faróis desligados, Cruz tentou se esconder, mas acabou sendo detido. Na quinta-feira (5), ele deveria ter se apresentado à Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe) para colocar uma tornozeleira eletrônica.

Dentro do veículo, que era roubado e estava com as placas clonadas, a PRF encontrou uma pistola, munição, um rádiocomunicador na frequência da Brigada Militar, um celular e uma pequena quantia de maconha. Foram localizadas ainda chaves de outros dois carros que, conforme a polícia, também foram roubados.

“Perguntamos para ele a procedência daquela chave, e ele nos informou que também era um veículo roubado, que esse veículo estava abandonado na cidade de Porto Alegre. Nós fomos até lá e localizamos”, explica o policial rodoviário Luis Carlos Reischak Jr.

Um dos veículos foi encontrado na Travessa Carmem, no bairro Floresta. O terceiro carro roubado estava estacionado no Hospital Santa Casa da capital.

Para a polícia, outros criminosos pegariam os carros nas próximas horas. “Certamente não agia sozinha. Ele faz parte de uma quadrilha”, afirma o policial rodoviário Éder Santiago.



Postar um comentário