SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sábado, 7 de março de 2015

SALÁRIOS E MOBILIZAÇÃO

O SUL Porto Alegre, Sábado, 07 de Março de 2015.


WANDERLEY SOARES


Profissionais de nível médio da família brigadiana aguardam a confirmação de atrasos


O presidente da Associação dos Cabos e Soldados da Brigada Militar, sargento Leonel Lucas, foi a primeira liderança entre os profissionais da segurança pública a se manifestar sobre os anunciados atrasos de salários para os servidores públicos. Segundo Lucas, a entidade, uma vez que venha a se confirmar tal decisão do governo, convocará uma Assembleia-geral da categoria, juntamente com outras associações de nível médio da família brigadiana, além de servidores estaduais civis, para iniciar uma mobilização pública contra a medida, considerada um retrocesso que, tirante até mesmo os prejuízos materiais, humilhará ainda mais os policiais que estão nas ruas. Na sequência, pautou Lucas, a assessoria jurídica da entidade tomará as providências para ressarcimento de danos aos trabalhadores fardados. De outra banda, o Piratini deve estar preparado para isso, pois a assessoria de Sartori sabe que há apenas uma casta de policiais com o boi na sombra


Bancos


O RS registrou, até ontem, pelos menos 60 ataques a bancos este ano, quase um por dia; o chefe da Polícia Civil, delegado Guilherme Wondraceck, entende que os bancos também têm responsabilidade em melhorar a segurança dos estabelecimentos; a Polícia Rodoviária Federal prendeu em Barra do Ribeiro três homens acusados de um ataque a banco ocorrido ontem em Jaguarão e recuperou R$ 37 mil reais; a dupla de criminosos que assaltou a agência Banrisul de Riozinho, ontem, no vale do Paranhana, liberou reféns e se entregou após três horas de cerco policial


Tráfico (1)


Quinta-feira, por volta das l6h30min, na rodoviária de Santa Vitória do Palmar/RS, ao descer do ônibus procedente de Pelotas, um homem conhecido como Mergulhão, que carregava várias bolsas, foi interceptado pela Brigada Militar. Tratava-se de um bandido que transportava 43 quilos de maconha embalada em tabletes pronta para comercialização e consumo


Tráfico (2)


Um traficante foi preso pelo Denarc, ontem, em Tabaí, no vale do Taquari. O homem vinha de Foz do Iguaçu com mais de 7 quilos de cocaína escondidos na sinaleira do carro, uma Meriva. O bandido tinha antecedentes por tráfico no Paraná


Ficção


Desde o começo do ano, foram presos mais de 150 foragidos acusados da prática de homicídios na Região Metropolitana. Como é sabido, não há vaga nos presídios e os foragidos tratam de sobreviver a seu modo, mesmo matando pessoas. Até porque, quando estão na cadeia, continuam suas operações e até recebem voz de prisão em suas celas em operações realizadas por equipes da polícia e do Ministério Público. Não se trata de ficção, é a pura realidade


Cedências



Decreto estadual assinado pelo governador José Ivo Sartori e publicado ontem no DOE (Diário Oficial do Estado) pretende disciplinar o número de servidores da Segurança Pública cedidos a outros poderes, entes ou órgãos da administração. As cedências deverão ser avaliadas conjuntamente pelo secretário-chefe da Casa Civil e pelo secretário da Segurança Pública e encaminhadas ao governador do Estado. Atualmente, estão cedidos 245 servidores, sendo a maior parte da Brigada Militar. Instigante nisso é a necessidade de um decreto para que tais cedências sejam avaliadas.
Postar um comentário