SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sexta-feira, 17 de abril de 2015

APENADOS SUSPEITOS DE ASSALTO

ZERO HORA 17/04/2015 | 07h34


por José Luís Costa


Dois suspeitos de assalto a banco em Porto Alegre são presos. Homens teriam assaltado agência na Avenida Protásio Alves em março; outro suspeito permanece foragido



Foto: Ronaldo Bernardi / Agência RBS


Agentes da Delegacia de Repressão a Roubos realizaram, no início da manhã desta sexta-feira, uma operação para prender três apenados suspeitos de assaltos a banco em Porto Alegre.

Até as 7h45min, dois deles haviam sido presos — um estava em prisão domiciliar, e o outro no regime semiaberto. Um terceiro integrante da quadrilha, considerado foragido do albergue Pio Buck, em Porto Alegre, onde cumpria pena no regime semiaberto, está sendo procurado.

O trio foi identificado quando entrou em uma agência na Avenida Protásio Alves, em 24 de março. Na ocasião, os criminosos renderam vigiais, que tiveram seus revólveres roubados. Eles fugiram levando dinheiro dos caixas, após não conseguirem abrir o cofre, que tem horários programados para abertura.


Os três também são suspeitos de mais dois assaltos a agências na Capital em março e abril deste ano.

Na operação realizada nesta sexta, 30 agentes policiais cumpriram os mandados de busca e de prisões temporárias nos bairros Santo Onofre e Santa Cecília, em Viamão, e bairro Santa Tereza e albergue Irmão Miguel Dario, em Porto Alegre.

Um apenado foi detido em casa, em Viamão, pelo fato de ter obtido o benefício de prisão domiciliar. O segundo foi detido quando deixava o albergue Irmão Miguel Dario, na Capital, para trabalhar.

* Zero Hora
Postar um comentário