SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

segunda-feira, 20 de abril de 2015

COM VÁRIOS ANTECEDENTES E NO SEMIABERTO, BANDIDO MORRE AO ASSALTAR POLICIAL



ZERO HORA  20/04/2015 | 02h1519/04/2015 | 23h42


Policial reage a assalto e mata criminoso a tiros na Capital

Caso ocorreu na noite deste domingo na Avenida Independência, junto à Praça Dom Sebastião


Um policial militar reagiu a uma tentativa de assalto, por volta das 22h deste domingo, e matou um criminoso a tiros. O caso ocorreu na Avenida Independência, junto à Praça Dom Sebastião, na região central da Capital.

De acordo com a Brigada Militar (BM), um soldado que trabalha no 17º Batalhão de Polícia Militar – cujo nome não foi divulgado, por questão se segurança, segundo a BM – estava voltando da igreja. Quando ele se aproximou do próprio carro, foi abordado por um homem que portava um revólver calibre .22. O suspeito teria pedido os pertences do PM e tinha intenção de levar o seu Vectra.

Ainda conforme a BM, o policial aproveitou um momento de distração do assaltante, quando este pediu a pasta que o PM segurava, para pegar a arma que carregava e atirou no criminoso. Pelo menos quatro tiros teriam atingido o assaltante, um próximo do coração e o outro no abdômen. Ele foi levado em estado grave para o Hospital Pronto-Socorro (HPS) mas não resistiu aos ferimentos e morreu na sala de cirurgia.

O homem foi identificado como Marcelo Abson de Freitas, de 33 anos. A arma dele foi apreendida e o caso deve ser investigado pela Polícia Civil.

Nos últimos seis dias, este é o terceiro caso de policial que reagiu à assalto na Capital e acabou ferindo criminosos. Na manhã deste sábado, um policial civil reagiu a um assalto em uma padaria da Rua Camaquã, na Zona Sul. Na troca de tiros após a abordagem, dois bandidos ficaram feridos. Na última segunda-feira, uma tentativa de assalto a um escrivão da Polícia Civil resultou na morte de um assaltante no bairro Menino Deus. O policial saía de um supermercado quando foi abordado por uma dupla. O agente reagiu e acertou pelo menos quatro tiros em um dos ladrões.


RÁDIO GAÚCHA







Postar um comentário