SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

MAIS DA METADE DOS MORTOS TEM PASSAGENS PELA POLÍCIA



ZERO HORA 05 de dezembro de 2016 | N° 18706

143 ASSASSINATOS EM CAXIAS

Mais da metade dos mortos tem passagens pela polícia


O ano de 2016 tem quebrado recordes na violência em Caxias do Sul. Além de ser o ano com mais homicídios na história da cidade, mais da metade dos mortos tinha passagens pela polícia: das 143 pessoas assassinadas, 86 já haviam praticado algum tipo de crime. Os últimos dois homicídios aconteceram entre a noite de sexta-feira e a madrugada de sábado nos bairros Diamantino e Charqueadas.

Conforme a Brigada Militar (BM), por volta da 1h50min de sábado, Simone Rosa da Silva, 38 anos, foi morta com um tiro no rosto na Rua Valdemar Fontana, no bairro Charqueadas. Ela estava em liberdade provisória e tinha indiciamentos por porte ilegal de arma e tráfico.

Por volta das 23h de sexta-feira, Israel César de Freiras, 39, foi morto com quatro tiros no bairro Diamantino. Ele havia saído do presídio poucas horas antes, onde cumpria pena por homicídio. Conforme a BM, Freitas tinha antecedentes por tráfico e roubo. Ele cumpria pena em prisão domiciliar. A suspeita é de que a morte de Freitas tenha relação com queima de arquivo.
Postar um comentário