SEGURANÇA PÚBLICA - CONCEITO E OBJETIVO

No Sistema de Justiça Criminal, cada poder tem funções que interagem, complementam e dão continuidade ao esforço do outro na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. A eficácia do sistema depende da harmonia e comprometimento dos Poderes de Estado em garantir a paz social. O Sistema de Justiça Criminal envolve leis claras e objetivas, prevenção de delitos, contenção, investigação, perícia, denuncia, defesa, processo legal, julgamento, sentença e a execução penal com objetivos e prioridades de reeducação, reintegração social e ressocialização do autor de ilicitudes. A finalidade do Sistema é garantir o direito da população à Justiça e à Segurança Pública, a celeridade dos processos e a supremacia do interesse público em que a justiça, a vida, a saúde, o patrimônio e o bem-estar das pessoas e comunidades são prioridades.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

LATROCÍNIO CRESCE NO RS



Do G1 RS 26/01/2017 11h09


Casos de latrocínio aumentam quase 15% em um ano no Rio Grande do Sul. Em 2016, foram 164 latrocínios contra 143 casos registrados no ano anterior. Homicídios também aumentaram; furto e roubo de veículos caíram no estado.


Números em comparação entre os anos de 2015 e 2016

Aumentaram

Homicídio doloso: 2.431 em 2015 para 2.608 em 2016 (7,28%);
Roubo: 80.606 em 2015 para 87.633 em 2016 (8,71%);
Latrocínio: 143 em 2015 para 164 em 2016 (14,68%);
Delitos relacionados a armas e munições: 7.616 em 2015 para 7.709 para 2016 (1,22%).

Caíram

Homicídio doloso de trânsito: 25 em 2015 para 19 em 2016 (24%);
Furto: 163.641 em 2015 para 157.919 em 2016 (3,49%);
Furto de veículo: 20.454 em 2015 para 19.542 (4,45%);
Roubo de veículo: 18.162 em 2015 para 17.640 em 2016 (2,87%);
Extorsão: 423 em 2015 para 419 em 2016 (0,94%);
Extorsão mediante sequestro: 20 em 2015 para 16 em 2016 (20%);
Estelionato: 18.257 em 2015 para 16.197 em 2016 (11,28%);
Delitos relativos à corrupção: 451 em 2015 para 437 em 2016 (3,10%);
Entorpecentes (posse): 11.542 em 2015 para 10.340 em 2016 (10,41%);
Entorpecentes (tráfico): 9.133 em 2015 para 8.764 em 2016 (4,04%).


Indicadores de Violência contra mulheres e meninas


Já os índices referentes à violência contra a mulher, também apresentados nesta quinta-feira, mostraram redução nos números, ainda que pequena.

São cinco os crimes contabilizados. De 2015 para 2016, as ameaças registraram maior queda: de 44.805 para 41.118, ou 8,2%. As lesões corporais reduziram de 24.536 para 22.595 de um ano para o outro, o que representa 7,9%.

Os casos de estupro tiveram uma redução menor, de um crime. Em 2015 foram registrados 1.426, e em 2016 foram 1.425. Já os feminicídios, quando a mulher é morta, apontaram queda de 99 para 96 casos, ou seja, 3%.
Postar um comentário